Em vídeo publicado no canal do professor Marcelo Gripa Madalosso da URI/Santiago e Santo Ângelo, você confere dicas importantes em relação as aplicações noturnas.

Em condições climáticos, com períodos de stress hídrico, a aplicação noturna se torna uma grande ferramenta de manejo, para tanto, ressalta-se alguns pontos importantes devem ser levados em consideração para que se realize esta prática de maneira correta e eficaz:

  • Movimento noturno das plantas, nictinastia, direcionamento das plantas em direção ao solo;
  • Favorecimento da vida da gota, devido às condições climáticas.

No fim da madrugada, teremos ótimas condições para aplicação de produtos que devem chegar ao terço inferior do dossel ou no próprio solo, por exemplo, controle de lagartas e controle de mofo branco. Já para o controle de ferrugem da soja, aplicações nestes horários, não são recomendadas, pois com a orientação da folha para baixo, o produto seria perdido em direção ao solo.

Você conhece a dobradiça fisiológica? Quais os principais pontos de diferença entre aplicações noturnas e diurnas?

Confira o vídeo do nosso parceiro professor Marcelo Gripa Madalosso e veja isso e muito mais.

Ainda não conhece o canal do professor Madalosso?

Aproveita e te inscreve no canal, aqui.


Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.