Após a declaração de Donalt Trump sobre o aumento do prazo para as tratativas com a China, os contratos futuros da Bolsa de Chicago subiram, já no mercado nacional os preços se mantiveram estáveis e com poucos negócios. O dólar teve pouca oscilação mantendo a comercialização lenta apesar da alta de Chicago.

O Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária divulgou ontem em seu boletim semanal que a safra 18/19 está com 80,33% da área colhida. Dado que mostra que em relação à safra passada, esse ano a colheita está 22,03 p.p à frente da anterior. O indicador Imea ainda apontou uma elevação de 1,14% da cotação média de R$ 62,47 a sc.



Para o milho o Imea apontou um aumento de 3,5% ante a safra 18/19, a expectativa de produtividade é de 184,1% sc/ha caso as condições climáticas forem favoráveis, com o aumento da área de plantio em 3,3% a área estimada é de 378,2 milhões de toneladas. No MT a semeadura do cereal teve avança de 12,36 p.p na última semana, chegando a 86,56%.

As temperaturas seguem amenas no Sul do país devido aos ventos, deve chover apenas no litoral de Santa Catarina e Rio Grande do Sul. O avanço de uma massa de ar seco deve deixar o tempo mais firme na maior parte do Rio Grande do Sul. No Centro-Oeste do país o tempo deve mudar, principalmente no Mato Grosso do Sul região que deve sentir a passagem da frente fria vinda do Sul do país. Já no Sudeste as instabilidades são distribuídas em todas as áreas, exceto em São Paulo.

Redação: Daniela Vargas – Equipe Mais Soja

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.