Tratamento de sementes de soja intacta com inseticidas tiodicarbe+fipronil para o controle de lagarta-das-vagens (Spodoptera cosmioides)

0
16356

O objetivo do trabalho foi avaliar a eficácia de inseticidas no tratamento de sementes de soja intacta no controle de lagarta-das-vagens (S. cosmioides)

Autores: Luciano H. Kajihara1; Carlos C. Guarnieri1; Renato P. Junior1; Cássio A. Prado1

Trabalho disponível nos Anais do Evento e publicado com o consentimento dos autores.
Trabalho disponível nos Anais do Evento e publicado com o consentimento dos autores.

A tecnologia intacta representa uma excelente ferramenta no controle de quase todas as lagartas que atacam a soja, exceto as do gênero Spodoptera. O ataque de Spodoptera tem sido frequente em diversas regiões produtoras de soja, causando severos danos na cultura, desde a fase vegetativa até a reprodutiva.

O objetivo do trabalho foi avaliar a eficácia de inseticidas no tratamento de sementes de soja intacta no controle de lagarta-das-vagens (S. cosmioides). O experimento foi conduzido em casa-de-vegetação. Utilizou-se o DBC, com quatro repetições e seis tratamentos. As parcelas foram constituídas por potes plásticos contendo substrato, onde foram semeadas 5 sementes em cada um.

A cultivar de soja intacta utilizada foi a Monsoy 6410, semeada em 04 de novembro de 2015. Os tratamentos foram em g.i.a./ 100 kg de sementes: 1 – Fipronil + Tiodicarbe (Rephon 800 WG + Saddler 350 SC) 48 + 140; 2 – Fipronil + Tiodicarbe (Rephon 800 WG + Saddler 350 SC) 48 + 210; 3 – Fipronil + Piraclostrobina + Tiofanato-metílico (Standak Top) 50 + 5 + 45; 4 – Clorantraniliprole (Dermacor BR) 62,5; 5 – Imidacloprido + Tiodicarbe (Cropstar) 45 + 135 e 6 – Testemunha.

Lagartas de 3º instar adquiridas do laboratório da Promip, aos 8 dias após emergência, foram colocada em cada planta presente nos potes. Logo em seguida, cada pote foi coberta por uma tela e amarrada na base para que as lagartas não evadissem do local.

Aos 9 e 12 dias após tratamento, não foi observado diferença estatística entre os tratamentos em termos de % de germinação.

Os tratamentos Fipronil + Tiodicarbe (Rephon 800 WG + Saddler 350 SC) na dose de 48 + 210 g.i.a./100 kg de sementes e clorantraniliprole (Dermacor) na dose de 62,5 g.i.a./100 kg, diferiram estatisticamente dos demais tratamentos, promovendo menor porcentagem de desfolha, mostrando que o tratamento de semente com esses inseticidas contribuem para um melhor manejo da praga até 9 dias após a infestação.

Palavras-chave: controle químico, lagarta-das-vagens, soja.

Informações dos autores: 

1Rotam do Brasil Agroquímica Ltda, 13106-006, Campinas, SP, Brasil.

Disponível em: Anais do XXVI Congresso Brasileiro de Entomologia / IX Congresso Latino-Americano de Entomologia. Maceió, Alagoas, 2016.

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.