O volume de trigo ofertado no Rio Grande do Sul tem sido um pouco maior, tendo em vista que a colheita de milho já está em andamento no estado e, com isso, alguns produtores precisam liberar espaço nos armazéns.

Mesmo assim, os preços do trigo não caíram com força, já que parte dos produtores que ainda tem trigo de boa qualidade prefere aguardar para efetivar novas vendas. Já no Paraná, agricultores têm direcionado esforços para a soja em detrimento da comercialização de trigo.

Segundo colaboradores do Cepea, moinhos não têm demonstrado interesse na compra do cereal, à espera de desvalorizações mais expressivas – fundamentados na maior oferta de soja e milho, ambos concorrentes do trigo para a fabricação de ração animal.



Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

Texto originalmente publicado em:
Cepea
Autor: CEPEA

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.