Os preços externos do trigo em grão estão em queda, refletindo a maior disponibilidade do cereal, devido à colheita e ao aumento nos estoques de passagem. Na safra 2019/20, o consumo global pode aumentar, mas a oferta ainda deve superar a demanda.

No Brasil, o movimento de alta nas cotações de trigo tem perdido força, influenciado pela colheita no Paraná, que já alcançou 28% da área total do estado. Segundo colaboradores do Cepea, mesmo com poucos lotes de grão de melhor qualidade disponíveis no mercado, as negociações internas se intensificaram.

Quanto aos derivados, nem toda valorização da matéria-prima tem chegado aos consumidores finais, mas, aos poucos, esses custos têm sido repassados. Na última semana, alguns moinhos interromperam o processamento, devido ao período de expurgo.

Assim, aqueles que não possuíam estoques, especialmente de farelo de trigo, não operaram. De modo geral, os preços oscilaram.

Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

Texto originalmente publicado em:
Cepea
Autor: CEPEA

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.