A segunda começa com expectativas positivas para o mercado da soja, na semana passada os preços fecharam estáveis e sem grandes negociações. Uma das expectativas desta semana é uma evolução no acordo entre EUA e China, já que na semana anterior os tratados não apresentaram muita evolução outro ponto que fez com que o mercado esfriasse foi o relatório da USDA que apontou uma diminuição da produção da soja norte americana.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou em sua conta no Twitter que irá prorrogar as taxação em produtos Chineses, segundo ele, a conversa entre os dois países está sendo produtiva e por isso irá adiar um aumento nas taxas, que estava previsto para o dia 1º de março. Trump ainda afirmou que irá planejar uma Cúpula entre os dois países para que assim possa concluir o acordo.



O milho apresentou altas na projeção dos preços, a demanda fez com que muitos consumidores tivesse dificuldades de encontrar o cereal. A movimentação do mercado nesta semana indica um possível reajuste nos preços o que é influenciado pela movimentação nos portos da região Sul  que está muito acima do normal.

A previsão do tempo para a semana começa com áreas de instabilidades na região Sul do Brasil, com um avanço de uma frente fria, existe risco de grandes volumes de chuva com temporais principalmente no noroeste gaúcho. No Sudeste do país também deve ter instabilidade, podendo até ter queda de granizo na metade norte de São Paulo. No Centro-Oeste do país o tempo volta a ficar seco, no sul de Goiás a chuva deve acontecer de forma passageira.

Redação: Daniela Vargas – Equipe Mais Soja

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.