Produtor rural, confira sete pontos que devem ser avaliados, quando falamos de planejamento de calagem.

Diante das instabilidades financeiras e climáticas, um deles ganha força: se não tiver como programar as etapas do trabalho, faça a aplicação de corretivos de solo mesmo assim. Alguma calagem é melhor do que nenhuma calagem.

Confira.

1 > Trabalhe de forma planejada, para que a aplicação do calcário ocorra respeitando os prazos das outras etapas do plantio, como a semeadura e a adubação.

2 > Se não for possível um agendamento de etapas, aplique o calcário mesmo assim.

3 > Cuidado com a deriva, o desvio de trajetória que ocorre na aplicação do calcário em razão dos ventos; ela pode reduzir em até 20% o total aplicado.

4 > Calcário no plantio convencional, calcário no plantio direto e calcário via incorporação: fale com o técnico sobre a melhor forma de aplicação.

5 > O planejamento ajuda também a encontrar o frete mais barato para o calcário chegar até a propriedade. A técnica do frete retorno, por exemplo, reduz o custo do frete. Nela, você contrata o caminhão que ia voltar vazio.

6 > O calcário é um aliado do produtor rural na preservação do solo. Também ajuda na recuperação de áreas degradadas.

7 > A lucratividade do seu negócio passa por uma calagem bem-feita.

Quer saber mais? Clique aqui.

Fonte: Abracal

FONTE

Autor:Abracal

Site: Abracal

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.