No RS, preços subiram entre 3 e 5 reais/saca, mas podem estar atingindo o nível de esgotamento se importação chegar

A notícia acima, que vale especialmente para o Rio Grande do Sul, onde estão localizadas várias indústrias fornecedoras de óleo de soja para o setor de biodiesel e que teve uma forte redução de safra na última temporada, poderá eventualmente confirmar que o mercado de soja tenha atingido a sua cumieira de preços neste ano comercial, caso seja autorizado o uso de soja e óleo importados para a produção de biodiesel nacional.

O mercado parece confirmar o que vínhamos dizendo na semana passada, que as cotações atingiram um limite possível nos preços a serem pagos: nesta segunda-feira, mesmo com a alta de Chicago e com a realização do leilão de biodiesel da semana anterior, os preços começaram a recuar.

No porto gaúcho de Rio Grande o preço da soja manteve inalterado, pelo segundo dia consecutivo, o valor de R$ 145,00/saca para entrega imediata e pagamento em 26/10 e ficou sem indicação para janeiro. Em Canoas o preço recuperou um real/saca perdido no dia anterior e fechou a R$ 147,00 para pagamento em 30/10; em Ijuí o preço subiu forte três reais/saca para R$ 150,00 para pagamento em final de outubro; em Cruz Alta o preço subiu 5 reais/saca para R$ 150,00 para final de outubro e saltou 2 reis/saca para $ 151,00 em Passo Fundo, todos para entrega em novembro.

Soja futura, apesar da alta do dólar, o preço permaneceu inalterada pelo terceiro dia consecutivo em R$ 130,00 entrega e pagamento em maio de 2021.



No Paraná, os preços se mantém de estáveis a mais baixos nesta terça-feira

No mercado de balcão o preço oferecido ao agricultor na região de Ponta Grossa manteve a alta do dia anterior em R$ 130,00. Na tabela no 1 acima pode-se ver os preços para os produtores em outras praças, que ficaram entre R$ 121,00 e R$ 135,00/saca.

No mercado de lotes, para entrega em setembro o preço recuou mais 3 reais/saca para R$ 140,00/saca, em Ponta Grossa, pagamento meados de novembro. No interior dos Campos Gerais o preço permaneceu pelo segundo dia consecutivo em R$ 145,00, retirada outubro, pagamento em novembro.

Em Paranaguá a cotação do mercado disponível também permaneceu em R$ 148,00, entrega setembro, pagamento final de outubro. Já para a safra 2021, o preço subiu 3 reais/saca para R$ 125,00/saca, em Ponta Grossa, entrega e pagamento abril/abril.

Fonte: T&F Agroeconômica

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.