InícioDestaqueARPAC inicia operações em Porto Alegre

ARPAC inicia operações em Porto Alegre

A partir deste mês, a ARPAC, startup prestadora de serviços especializada em pulverização agrícola por meio de Drones, inicia operações em Porto Alegre (RS). Fundada em 2016, pelo administrador de empresas e piloto de aviões Eduardo Goerl, após enxergar potencial de utilização de tecnologias para pulverização agrícola, a empresa amplia sua atuação nacional e inaugura cinco polos operacionais, espalhados pelo Brasil.

Após rodada de investimentos, a startup captou 1,3 milhão de reais. Com o aporte, a ARPAC inicia o plano de expansão da marca no país: espalhados nas regiões Sul; Sudeste e Centro-Oeste. Além de Porto Alegre (RS), Piracicaba e Jaú (SP), Jataí, GO) e Sorriso (MT) estão na rota de expansão da empresa.

“A pulverização com drones é uma nova maneira de aplicar insumos e já está trazendo resultado ao produtor rural”, comenta Eduardo Goerl, dando início ao plano de expansão, a ARPAC prevê atender mais de 200 mil hectares em serviços, para a próxima safra. Pioneira em um mercado promissor e aquecido, a startup espera faturar mais de 1 milhão de reais até 2020. “Agora, com os cincos polos operacionais devemos, ao menos, duplicar o nosso atendimento para a próxima safra”, completa Goerl.

A grande vantagem da ARPAC é a operação profissional, a empresa realiza o mapeamento da área e consegue detectar a área infestada, aplicando com precisão e uniformidade na região. A startup fabrica seus próprios drones e por isso, também, consegue ter um maior controle sobre a tecnologia aplicada durante a pulverização.



Sobre a ARPAC

Fundada em 2016, pelo administrador de empresas e piloto de avião, Eduardo Goerl. A ARPAC nasceu após Eduardo enxergar potencial de utilização de tecnologia para pulverização agrícola. Após conseguir aporte inicial de um investidor anjo, a empresa conseguiu contratar dois engenheiros para construir um drone com alta capacidade de carga para pulverização.

Desde então a ARPAC passou a firmar parceria, entre elas: ACE, BASF, Pulse (Raízen), Agribela e Taranis, tendo voado 12 mil hectares entre químicos, biológicos e imagens, contando com 17 funcionários e já recebeu 2,5 milhões de reais em investimentos (BVC, ACE e investidores-anjo).

Fonte: Assessoria de imprensa ARPAC

Equipe Mais Soja
Equipe Mais Soja
A equipe editorial do portal Mais Soja é formada por profissionais do Agronegócio que se dedicam diariamente a buscar as melhores informações e em gerar conteúdo técnico profissional de qualidade.
Artigos relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Populares