Em vídeo divulgado no canal no Youtube pelo pesquisador Marcelo Gripa Madalosso é abordado sobre o arranjo de plantas na lavoura e a sua relação com a incidência e severidade de doenças, bem como as melhores condições para se fazer o controle.


Aplicação de fungicidas foliar responde MENOS em área SEM tratamento de sementes!


O pesquisador destaca no vídeo que, conforme a Figura 1, quanto mais se adensa o cultivo de soja, mais se criam condições favoráveis, principalmente nas folhas do baixeiro, para a ocorrência de doenças, formando-se ali um microclima muito favorável, onde o triângulo da doença que inclui o hospedeiro, patógeno e ambiente se relacionam perfeitamente.

Figura 1 – Densidade de plantas e a incidência de doenças.

Fonte: Madalosso Pesquisas.

Nota-se na figura que quanto maior a densidade maior é a ocorrência de doenças na parte baixeira do dossel.

Madalosso destaca que quanto mais adensada estiver a cultura, menor será a entrada de luz na parte baixeira do dossel e mais difícil se torna a entrada de produtos químicos para controle no terço inferior da cultura, ocasionando a perda dessas folhas mais cedo, o que está diretamente ligado à qualidade de produção.

Quando são observados experimentos com diferentes densidades de plantas, pode-se observar que quanto maior a densidade maior será a perda de componentes de rendimento na parte mais baixeira da soja, principalmente no terço inferior da cultura.

Quando falamos de espaçamento entre linhas, temos que espaçamentos menores são extremamente limitados na nossa situação em que temos uma grande ocorrência de doenças e um ambiente favorável para o desenvolvimento das mesmas, destaca o pesquisador.

Por fim, é destacado que é necessário melhorarmos nossas condições em relação ao manejo químico e a eficiência de controle nas lavouras.

Confira o vídeo abaixo.


Inscreva-se no canal do pesquisador Marcelo Gripa Madalosso Aqui




Elaboração: Engenheira Agrônoma Andréia Procedi – Equipe Mais Soja.

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.