Sim. Principalmente quando apresentam bom desenvolvimento vegetativo, cobrindo totalmente o solo. As braquiárias apresentam sistema radicular abundante, agressivo, que contribui para a melhoria da infiltração de água, da agregação e da aeração do solo.

Quais práticas podem ser adotadas na condução das lavouras para aumentar a quantidade de palha?

Para aumentar a quantidade de palha sobre a superfície do solo, deve-se proceder da seguinte maneira:

• Melhorar a fertilidade do solo.
• Usar cultivares de ciclo mais longo e com maior produção
de palha.
• Aumentar a densidade de plantas.
• Realizar a semeadura na época adequada.
• Manter o solo permanentemente coberto com culturas.
• Na colheita, não picar ou triturar demasiadamente os
resíduos, mas distribuí-los o mais uniformemente possível.

Quais os efeitos da palha sobre a temperatura do solo?

A palha impede o aquecimento rápido e excessivo do solo e reduz a perda de calor. Diminui a incidência direta dos raios solares sobre a superfície do solo e a evaporação de água. Com isso, a amplitude de variação térmica é menor, favorecendo a germinação e desenvolvimento das culturas e a atividade dos microrganismos do solo.

Quais os efeitos da palha sobre a umidade do solo?

Os efeitos da palha sobre a umidade do solo são os seguintes:
• Reduz o impacto das gotas de chuva diretamente sobre os
agregados do solo.
• Diminui o escoamento superficial da enxurrada.
• Retém a água da chuva no terreno.
• Facilita a infiltração da água da chuva.
• Reduz as perdas por evaporação, mantendo a superfície
do solo mais úmida, o que favorece a nutrição e a
disponibilidade de água para as plantas e as condições de
desenvolvimento dos microrganismos.

Considerando a reciclagem de nutrientes, propagação de doenças e proteção do solo, a rápida decomposição da palha, nas regiões quentes e úmidas, é um benefício ou um problema?

A elevada taxa de decomposição dos resíduos vegetais nas regiões quentes e úmidas contribui para a imediata liberação dos nutrientes que foram absorvidos pelas plantas. Além disso, a rápida decomposição pode contribuir para a diminuição dos patógenos (microrganismos causadores de doenças de plantas) do solo.

Entretanto, o desaparecimento da cobertura implica na desproteção do solo, que gera malefícios para todo o equilíbrio do sistema, indicando que se deve buscar uma posição de equilíbrio.

Fonte: Coleção 500 perguntas e 500 repostas Embrapa.

Autor: Embrapa

Texto originalmente publicado em:
Embrapa
Autor: Embrapa

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.