Saiba quais as principais espécies de plantas daninhas classificadas na Família Solanaceae.

No texto de hoje vamos explorar a Família Solanaceae, que possui importantes espécies de plantas daninhas.

As plantas daninhas da Família Solanaceae tem distribuição cosmopolita, principalmente na região neotropical.

Esta família está representada por 150 gêneros e 3.000 espécies. No Brasil, temos aproximadamente 350 espécies desta família, representando 32 gêneros.

Os gêneros são mais representativos são: Solanum, Brugmansia, Datura e Nicandra.

Muitos destes gêneros são cultivados para atender a horticultura.

As espécies do gênero Solanum destacam-se por serem suscetíveis a determinadas doenças das solanáceas cultivadas. 

Outros gêneros como Brugmansia, Datura e Nicandra, são considerados invasivos pois podem conter compostos alelopáticos que inibem o desenvolvimento das raízes de plantas cultivadas.

São mais encontradas em culturas perenes, preferem solos argilosos e possuem grande capacidade de produção de sementes.

Botanicamente, as plantas desta família apresentam porte herbáceo, arbustivo ou mais raramente arbóreo. 

Algumas espécies exibem acúleos no caule, em folhas e nas sépalas. 

As folhas são alternadas com o limbo simples ou recortado. 

As flores são reunidas em inflorescências axilares e terminais ou isoladas.

A maioria apresenta frutos carnosos bacoides, outras possuem frutos capsulares deiscentes.

As principais espécies pertencentes a esta família são:

  • Datura stramonium (bem-casado, erva dos feiticeiros, estramônio, figueira brava, figueira do inferno, mata zombando, quinquilho, saia branca, zabumba);

Fonte: Manual de Identificação de Plantas Infestantes.

  • Nicandra physaloides (balãozinho, bexiga, joá de capote, juá de capote, lanterna da china, quintilho);

Fonte: Manual de Identificação de Plantas Infestantes.

  • Physalis angulata (balão rajado, balãozinho, joá de capote, buchão de rã, camambu, camapu, camapum, camaru, matafome);

Fonte: Manual de Identificação de Plantas Infestantes.

  • Solanum americanum (aguaraguá, aguaraquiá, caraxixá, caraxixu, erva de bicho, erva mocó, erva moura, guaraquinha, maria-pretinha, pimenta, pimenta de cachorro, pimenta de galinha, pimenta de rato);

Fonte: Manual de Identificação de Plantas Infestantes.

  • Solanum asperolanatum (jupeba, jurubeba, jurubeba grande);

Fonte: Manual de Identificação de Plantas Infestantes.

  • Solanum capsicoides (arrebenta-boi, arrebenta-cavalo, baga de espinho, gogoia, joá vermelho, juá vermelho, juá-ti, melancia da praia);

Fonte: Manual de Identificação de Plantas Infestantes.

  • Solanum grandiflorum (fruta de lobo, lobeira, beringela);

Fonte: Manual de Identificação de Plantas Infestantes.

  • Solanum guaraniticum (jurubeba, jurubeba do sul, jurubeba-velame, velame);

Fonte: Manual de Identificação de Plantas Infestantes.

  • Solanum mauritianum (couvetinga, cuvetinga, fumeira, fumo bravo);

Fonte: Manual de Identificação de Plantas Infestantes.

  • Solanum palinacanthum (arrebenta-boi, arrebenta-cavalo, babá, bobó, joá, joá bagudo, joá bravo, juá, melancia da praia, mingola);

Fonte: Manual de Identificação de Plantas Infestantes.

  • Solanum paniculatum (gerobeba, joá manso, jubeba, jupeba, jurubeba, jurubeba branca, jurubeba verdadeira, jurubebinha, jurupeba, juena, juuna);

Fonte: Manual de Identificação de Plantas Infestantes.

  • Solanum pseudocapsicum (cereja de jerusalém, cereja de natal, ginjeira da terra, laranjinha de jardim, peloteira, tomatinho);

Fonte: Manual de Identificação de Plantas Infestantes.

  • Solanum robustum (joá, joá-açu);

Fonte: Manual de Identificação de Plantas Infestantes.

  • Solanum scuticum (juá);

Fonte: Manual de Identificação de Plantas Infestantes.

  • Solanum sisymbrifolium (arrebenta-cavalo, joá, joá bravo, juá, juá bravo, juá da roça, juá das queimadas, mata-cavalo);

Fonte: Manual de Identificação de Plantas Infestantes.

  • Solanum stipulaceum (fumo bravo, jurubeba);

Fonte: Manual de Identificação de Plantas Infestantes.

  • Solanum subumbellatum (couvetinga);

Fonte: Manual de Identificação de Plantas Infestantes.

  • Solanum viarum (arrebenta-cavalo, joá, joá bravo, juá, juá bravo, mata-cavalo);

Fonte: Manual de Identificação de Plantas Infestantes.

Casos de resistência a herbicidas na Família Solanaceae

As espécies de plantas daninhas desta família que apresentam resistência no mundo são:

  • Sisymbrium orientale;
  • Sisymbrium thellungii;
  • Solanum americanum;
  • Solanum nigrum;
  • Solanum ptycanthum;
  • Datura stramonium.

No Brasil não há relatos de resistência neste família.

Conclusão

No texto de hoje vimos sobre as plantas daninhas pertencentes à Família Solanaceae.

Entendemos melhor sobre as principais características das plantas daninhas e quais as principais espécies.

O conhecimento da biologia das espécies de plantas daninhas nos auxilia na tomada de decisão, somente identificando corretamente as espécies é que poderemos selecionar o melhor método de controle. 

Referências utilizadas neste artigo:

Aspectos da biologia e manejo das plantas daninhas / organizado por Patrícia Andrea Monquero – São Carlos: RiMa Editora, 2014.

Manual de Identificação de Plantas Infestantes. Moreira e Bragança (2010). FMC.

Gostou do texto? Tem mais dicas sobre à Família Solanaceae? Adoraria ver o seu comentário abaixo!

Sobre a Autora: Ana Ligia Girardeli, Sou Engenheira Agrônoma formada na UFSCar. Mestra em Agricultura e Ambiente (UFSCar) e Doutora em Fitotecnia (USP/ESALQ). Atualmente, estou cursando MBA em Agronegócios.

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.