“A nossa atividade é uma atividade de produção de alimentos, uma atividade considerada essencial e por isso não pode parar. Produzimos alimentos desde o campo até a mesa, através dos nossos produtores associados que produzem soja, milho e trigo. Esses produtos vão para nossas agroindústrias e são transformados em alimentos acabados.” A afirmação é do presidente Executivo da Coamo, Airton Galinari, que juntamente com o presidente do Conselho de Administração da Coamo e Credicoamo, José Aroldo Gallassini, gravou um vídeo falando sobre a grave situação que afeta o mercado mundial. O vídeo foi disponibilizado nesta quinta-feira (26/03), nos sites da Coamo e Credicoamo e nas redes sociais e pode ser acessado no endereço https://www.youtube.com/watch?v=wv2KlVSlK4k .

Tempo – Segundo a diretoria da Coamo, “A agricultura tem o seu tempo e o seu tempo não pode ser adiado como se adia um evento social. As colheitas de verão têm que acontecer no verão, as colheitas de inverno têm que acontecer no inverno, senão isso vai gerar um desabastecimento, e quem se lembra do evento da greve dos caminhoneiros, o transtorno que tivemos com o desabastecimento dos supermercados e ao invés de termos um problema, vamos ter dois grandes problemas para garantir a segurança de todos esses agentes cooperados, funcionários, clientes, familiares, fornecedores”, explica o ´presidente Executivo da Coamo, Airton Galinari.

Medidas – A Coamo vem adotando medidas de segurança baseado em três pilares fundamentais, quais sejam os de evitar aglomerações, evitar a circulação de pessoas, a higienização pessoal e de ambientes. Todas essas medidas como redução de carga horária, rodízios, critério de afastamento por quarentena dos funcionários pertencentes ao grupo de risco, tudo isso é feito para garantir a segurança daqueles que estão nessa atividade essencial e não pode parar.

Canais – A Coamo vem orientando e conscientizando seus cooperados para evitar deslocamentos desnecessários e utilização dos vários canais de atendimento, seja pelo Cooperado On Line (Coamo) e Internet Banking (Credicoamo). Em seus canais de comunicação, site, intranet, programa de rádio e redes sociais, a cooperativa publica orientações e divulgações de medidas no combate do coronavírus. “A nossa missão é produzir alimentos, por isso não podemos parar. A agricultura é um dos setores importantes para alavancar a economia nacional, gerar empregos, riquezas e o desenvolvimento para milhões de pessoas em todo o país”, afirma o presidente do Conselho de Administração da Coamo e Credicoamo, José Aroldo Gallassini.

Rádio – No programa de rádio Informativo Coamo desta quinta-feira, por uma rede de 30 emissoras no Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul, foram entrevistados o presidente Executivo da Coamo, Airton Galinari e o presidente do Conselho de Administração da Coamo e Credicoamo, José Aroldo Gallassini, falando sobre a situação atual e as medidas preventivas adotadas nas cooperativas Coamo e Credicoamo. Para ouvir o programa Informativo Coamo, acesse www.coamo.com.br e clique em Informativo Coamo.

Fonte: Imprensa Coamo, disponível no Portal do Sistema Ocepar

Texto originalmente publicado em:
Portal do Sistema Ocepar
Autor: Imprensa Coamo, disponível no Portal do Sistema Ocepar

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.