InícioDestaqueMilho fechou em queda com rápido avanço da colheita no Brasil

Milho fechou em queda com rápido avanço da colheita no Brasil

FECHAMENTOS DO DIA 25/06

A cotação de julho24, referência para a nossa safra de verão, fechou em baixa de -1,85 % ou $ -8,00 cents/bushel a $ 425,50. A cotação para setembro24, fechou em baixa de -1,76 % ou $ -7,75 cents/bushel a $ 431,75.

ANÁLISE DA BAIXA

O milho negociado em Chicago fechou em baixa nesta terça-feira. Contrariando a expectativa inicial, as cotações do cereal caíram ignorando a queda na classificação das lavouras americanas, uma grande venda de 209.931 toneladas de milho para o México e a redução na safra ucraniana de milho.

Um grande detalhe no relatório que reduziu de 72% para 69% as lavouras em bom ou excelente estado é o fato do Iowa, maior estado produtor ter aumentado de 74% para 77% a mesma parcela e em Illinois, apesar da queda para 62%, o valor está muito acima dos 26% vigentes no ano anterior.

O rápido avanço da colheita brasileira também pesou sobre os contratos. Segundo a Conab, a colheita do milho safrinha atingiram 28% da área, avanço de 14,9 pontos percentuais em relação à semana passada e de 17 pontos percentuais ante igual período do ano passado. A primeira safra já alcança 91,6% da área apta.

B3-MERCADO FUTURO DE MILHO NO BRASIL
B3: Milho reverte, e mesmo com dólar ainda fortalecido, cai até 1,65% nos principais contratos

Os principais contratos de milho encerraram o dia com preços em baixa nesta terça-feira (25). Embora a moeda norte-americana tenha demonstrado uma alta categórica, abrindo o pregão em R$ 5,418 e fechando a R$ 5,453 (+1,16%); nem isto foi suficiente para segurar as quedas, que influenciadas pela Bolsa de Chicago, chegaram a -1,65% no contrato setembro/24.

Por lá, ao que tudo indica há um movimento de fuga de ativos de risco, principalmente à beira do próximo relatório de área, que sairá esta semana.

OS FECHAMENTOS DO DIA 25/06

Diante deste quadro, as cotações futuras fecharam em campo misto: o vencimento de julho/24 foi de R$ 57,15 apresentando baixa de R$ 0,63 no dia, estabilidade de R$ 0,00 na semana; setembro/24 fechou a R$ 59,76, baixa de R$ 1,00 no dia, baixa de R$ 0,80 na semana; o vencimento novembro/24 fechou a R$ 63,69, alta de R$ 0,06 no dia e baixa de R$ 0,13 na semana.

NOTÍCIAS IMPORTANTES
ANEC REVISA ESTIMATIVA DE EXPORTAÇÃO DE MILHO PARA 1,060 MT, CONTRA 1,023 MT DA SEMANA ANTERIOR

A Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec) ajustou sua estimativa para as exportações de milho, que devem alcançar 1,060 milhão de toneladas ante 1,021 milhão de toneladas previstas há uma semana. Na semana de 16 a 22 de junho, o País enviou ao exterior 342.180 toneladas de milho. Para o período de 23 a 29 de junho, são esperados embarques de 258.724 toneladas de milho.

USDA-PRÉ-RELATÓRIO PREVÊ AUMENTO DA ÁREA DE MILHO (BAIXISTA)

O relatório de área cultivada de junho do USDA será divulgado na sexta-feira, com a estimativa comercial média indicando um aumento de 317.000 acres (21.318,59 hectares) para o milho, para 93,353 milhões de acres (6.278,09 mil hectares). A faixa comercial estimada é de 89 (5985,35 mil hectares) a 91,3 milhões de acres (6140,02 mil hectares).

Fonte: T&F Agroeconômica



Acompanhe nosso site, siga nossas mídias sociais (SiteFacebookInstagramLinkedinCanal no YouTube)


 

Equipe Mais Soja
Equipe Mais Soja
A equipe editorial do portal Mais Soja é formada por profissionais do Agronegócio que se dedicam diariamente a buscar as melhores informações e em gerar conteúdo técnico profissional de qualidade.
Artigos relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Populares