Os contratos futuros de milho em Chicago para dezembro encerraram a sessão de terça-feira com um ganho de 1,25 cents/bushel, os outros meses da frente foram apenas um pouco mais altos. Julho foi negociado em alta durante o dia, mas terminou o dia em leve baixa de 0,25 cents/bushel.

O relatório de acompanhamento semanal das culturas americanas, divulgado pelo USDA depois do pregão dessa segunda-feira, manteve em de 15 p.p. as lavouras classificadas como “excelentes” e uma piora de 4% nas lavouras classificadas como “boas”, em relação à semana passada. Com isso houve um recuo para 71%, contra os 75% da semana anterior, nas lavouras em boas condições nos EUA.

A demanda por gasolina e etanol ficou um pouco mais forte e deve continuar melhorando com o tempo, com a redução do Lock Down em alguns estados americanos e na Europa, dando suporte ao cereal.

Segundo Terry Reilly, da Futures International, dados que saem amanhã devem mostrar que a produção média de etanol nos EUA aumentou cerca de 30 mil barris por dia na semana passada. Os números, porém, ainda estão abaixo do necessário para que a estimativa do USDA para uso industrial do milho seja alcançada.

Fonte: T&F Agroeconômica

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.