A ocorrência de dias mais quentes e períodos de baixa precipitação vêm favorecendo o aumento da população de pulgões. Os pulgões podem causar danos direto pela  sucção de seiva das plantas, e ainda causar danos indiretos pela transmissão do VNCA (Vírus do nanismo amarelo da cevada). Como consequência, as perdas de produtividade podem chegar a 20 sacos/ha em cultivares suscetíveis.

Figura 1 – Pulgão-da-espiga e sintomas de VNAC (Folha bandeira com extremidade amarela)

Ações importantes:

  • Vistoriar as lavouras, sempre que possível, na bordadura e no interior da área;
  • Contabilizar pulgões vivos e não parasitados em pelo menos 10 pontos da lavoura;
  • Redobrar a atenção em períodos secos e no caso do uso de cultivares suscetíveis ao VNAC;
  • Realizar o controle dos pulgões com aplicação de inseticidas registrados quando atingir 10% de plantas atacadas.

Fonte: CCGL Tecnologia

Texto originalmente publicado em:
CCGL Tec
Autor: CCGL Tec

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.