InícioDestaquePreço médio do milho registra leve queda no Brasil, mas negócios evoluem...

Preço médio do milho registra leve queda no Brasil, mas negócios evoluem pouco

O mercado brasileiro de milho registrou mais uma semana de viés baixista nos preços, em meio ao avanço na colheita da safrinha. Segundo a Safras Consultoria, a movimentação de negócios novamente evoluiu pouco, em meio ao elevado spread ainda existente entre os valores praticados pelos produtores e os desejados pelos consumidores.

Os produtores tentaram segurar os preços, ainda avaliando o recente movimento de alta do câmbio e a possibilidade de melhora dos negócios na exportação. Já os consumidores foram bastante comedidos nas aquisições, esperando que os preços do cereal possam vir a cair mais daqui para frente.

No cenário internacional, o ritmo de negócios foi prejudicado por conta do feriado do Dia de Independência, na quinta-feira (4), embora o viés ainda siga negativo aos preços por conta da confirmação de uma área plantada nos Estados Unidos superior à prevista pelo mercado.

Conforme a Safras Consultoria, o foco de atenção do mercado internacional de milho, daqui para frente, estará centrado no clima e nas condições das lavouras norte-americanas de milho, bem como no andamento das exportações, o que poderá contribuir para um melhor posicionamento do ritmo de negócios no Brasil.

Preços internos

O valor médio da saca de milho no Brasil foi cotado a R$ 55,54 no dia 4 de julho, queda de 0,04% frente aos R$ 55,57 registrados no fechamento da semana passada.

No mercado disponível ao produtor, o preço do milho em Cascavel, Paraná, foi cotado a R$ 56,00, alta de 1,82% frente aos R$ 55,00 praticados na semana passada.

Em Campinas/CIF, a cotação avançou 0,85% ao longo da semana, de R$ 59,00 para R$ 59,50. Na região da Mogiana paulista, o cereal foi cotado a R$ 55,00, inalterado frente à semana passada.

Em Rondonópolis, Mato Grosso, a cotação da saca se manteve inalterada ao longo da semana, cotada a R$ 42,00 por saca. Em Erechim, Rio Grande do Sul, o preço seguiu em R$ 65,50 na venda ao longo da semana.

Em Uberlândia, Minas Gerais, o preço na venda avançou 1,89% ao longo da semana, passando de R$ 53,00 para R$ 54,00. Em Rio Verde, Goiás, a cotação foi cotada a R$ 46,00 na venda, estável frente à semana passada.

Exportações

As exportações de milho do Brasil apresentaram receita de US$ 170,698 milhões em junho (20 dias úteis), com média diária de US$ 8,534 milhões. A quantidade total de milho exportada pelo país ficou em 850,892 mil toneladas, com média de 42,544 mil toneladas. O preço médio da tonelada ficou em US$ 200,60.

Em relação a junho de 2023, houve baixa de 36,9% no valor médio diário da exportação, queda de 17,7% na quantidade média diária exportada e desvalorização de 23,4% no preço médio. Os dados foram divulgados pela Secretaria de Comércio Exterior.

Autor/Fonte: Arno Baasch / Safras News



 

FONTE

Autor:Arno Baasch/ Safras News

Site: Safras & Mercado

Equipe Mais Soja
Equipe Mais Soja
A equipe editorial do portal Mais Soja é formada por profissionais do Agronegócio que se dedicam diariamente a buscar as melhores informações e em gerar conteúdo técnico profissional de qualidade.
Artigos relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Populares