A temperatura média do ar é um dos principais fatores influenciadores do crescimento e desenvolvimento vegetal, podendo limitar o crescimento da planta, caso sejam observadas temperaturas abaixo da temperatura basal inferior ou acima da temperatura basal superior definidas para a cultura.

Dessa forma, a temperatura deve ser levada em consideração no posicionamento das culturas, principalmente quando é possível que haja a influência de fenômenos meteorológicos com a geada. Além disso, o clima também é influenciado por anomalias da temperatura da superfície do mar (TSM).

Segundo previsões climáticas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), durante o mês de Abril, as anomalias negativas de TSM se mantiveram na região do Oceano Pacífico equatorial, principalmente na porção central, o que caracteriza a persistência do fenômeno La Niña, influenciando as precipitações no norte do país, entre as Regiões Norte e Nordeste, com chuvas acima de média histórica.



Conforme previsões climáticas para o trimestre maio-junho-julho, as projeções indicam além da maior probabilidade de chuvas acima do normal para o Norte e Nordeste, maior probabilidade de chuvas abaixo do normal para regiões oeste e centro-sul do Brasil, em função da persistência do La Niña (INPE, 2022).

Figura 1. Previsão Climática sazonal por tercil (categorias abaixo da faixa normal, dentro da faixa normal e acima da faixa normal), gerada pelo método objetivo (CPTEC/INPE, INMET e FUNCEME). As áreas em branco indicam igual probabilidade para as três categorias.

Fonte: INPE (2022)

Com relação as temperaturas médias, conforme destacado pela Eng. Agrónoma e CEO AGRYMET, Bárbara Sentelhas, os prognósticos indicam uma redução acentuada das temperaturas, principalmente para o dia  17 de maio, para a grande maioria das regiões do Rio Grande do Sul. Embora para os próximos dias não haja previsões que indiquem a formação de geadas, com base nas projeções climáticas e médio prazo, não se deve descartar a possibilidade da ocorrência de geadas antecipadas, havendo risco moderado da ocorrência desse fenômeno para a maioria das regiões de cultivo do RS, com base nas projeções para o dia 19 de maio de 2022.

Figura 2. Previsão da ocorrência de geadas – Modelo GFS, INMET.

Fonte: Rede Técnica Cooperativa – RTC (2022)

Se tratando das previsões pluviométricas, para os próximos 30 dias são esperados volumes acumulados de aproximadamente 147 mm para São Luiz Gonzaga; 130 mm para Santa Rosa; 109 mm para Campo Novo; 101 mm para Água Santa; 103 mm para Sarandi; 108 mm em Não-Me-Toque; 114 em Ibirubá; 124 mm para Cruz Alta; 131 mm para Tupanciretã; 126 mm em Júlio de Castilhos; 120 mm para São Sepé e Caçapava do Sul; 122 mm para Bagé e 124 mm para Arroio Grande.

Confira abaixo as projeções climáticas para próximos 30 dias para sua região de cultivo.


Inscreva-se agora no canal Rede Técnica Cooperativa – RTC clicando aqui!


Acompanhe nosso site, siga nossas mídias sociais (SiteFacebookInstagramLinkedinCanal no YouTube)

Referências:

INPE. PREVISÃO CLIMÁTICA SAZONAL. Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos, INPE, 2022. Disponível em: < http://clima.cptec.inpe.br/ >, acesso em: 12/05/2022.

Foto de Capa: Aldemir Pasinato

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.