InícioDestaqueQuais as principais doenças do milho e quando ocorrem?

Quais as principais doenças do milho e quando ocorrem?

O milho (Zea mays) é uma das principais culturas agrícolas do sistema de produção de grãos, desempenhando função econômica, social, culturas e sustentável. Além de contribuir para o aumento da rentabilidade da atividade agrícola, o milho é uma importante cultura para a manutenção do sistema plantio direto.

A abundante palhada residual produzida pela cultura do milho, é uma importante cobertura para o solo no sistema plantio direto, contribuindo efetivamente para a redução dos fluxos de emergência de plantas daninhas fotoblásticas positivas, para a redução das erosões superficiais, redução da amplitude térmica do solo entre outros benefícios.

Além disso, a rotação de culturas com o milho possibilita o uso de diferentes mecanismos de ação de inseticidas, fungicidas e herbicidas para o controle das pragas, doenças e plantas daninhas, reduzindo a pressão desses agentes sobre a cultura sucessora. Sobretudo, a cultura do milho deve apresentar vantagem econômica para o produtor rural, atuando como fonte de renda para a propriedade.

Entretanto, mesmo que estabelecidas condições nutricionais, hídricas e ambientais favoráveis ao desenvolvimento do milho, alguns fatores necessitam maior atenção para garantir a manutenção do potencial produtivo e produtividade do milho. Um desses fatores é a sanidade da lavoura, principalmente no que diz respeito ao manejo de doenças.



Ainda que em um passado não muito distante pouco se discutisse sobre o uso de fungicidas na cultura do milho, atualmente o emprego desses defensivos é essencial para obtenção de boas produtividades. Algumas doenças fungicidas a exemplo da cercosporiose podem causar reduções de produtividade superiores a 80% dependendo da severidade da doença e suscetibilidade da cultivar (Casela; Ferreira; Pinto, 2006).

Com isso em vista, adotar um adequado programa de aplicação de fungicidas no milho, assim como o tratamento de sementes, é essencial para reduzir a influência das doenças sobre a produtividade da cultura. Cabe destacar que uma grande variedade de patógenos causadores de doenças podem acometer a cultura do milho, inclusive em diferentes estádios do desenvolvimento da planta.

Logo, conhecer os períodos mais suscetíveis do milho a ocorrência de doenças é essencial para embasar o monitoramento e manejo das áreas de cultivo. Confira abaixo as principais doenças do milho e períodos do desenvolvimento da cultura mais suscetíveis ao desenvolvimento dessas doenças.


Veja mais: Manejo da cigarrinha-do-milho deve ser feito desde o início da cultura



Referências:

CASELA, C. R.; FERREIRA, A. S.; PINTO, N. F. J. DOENÇAS NA CULTURA DO MILHO. Embrapa, Circular Técnica, n. 83, 2006. Disponível em: < https://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/bitstream/doc/490415/1/Circ83.pdf >, acesso em: 08/02/2023.

Acompanhe nosso site, siga nossas mídias sociais (SiteFacebookInstagramLinkedinCanal no YouTube)

 

Equipe Mais Soja
Equipe Mais Soja
A equipe editorial do portal Mais Soja é formada por profissionais do Agronegócio que se dedicam diariamente a buscar as melhores informações e em gerar conteúdo técnico profissional de qualidade.
Artigos relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Populares