Segundo as analises da T&F Agroeconômica começou uma disputa muito positiva sobre a soja ainda disponível no Rio Grande do Sul. Com a elevação dos preços, pelas Tradings, as indústrias reagiram e elevaram também as suas ofertas no interior, como mostra a nossa tabela ao lado.

As Tradings elevaram as suas ofertas no porto e no entroncamento rodo-ferroviário de Cruz Alta, enquanto as indústrias elevaram os seus preços em Ijuí, Passo Fundo e Santa Rosa. Não houve preços em Canoas. Novas altas forte do dólar não compensaram inteiramente a queda de 15 pontos em Chicago e o preço futuro recuou 0,12% nesta quinta-feira, embora ainda tenha uma lucratividade muito expressiva.

O preço para maio equivaleria aproximadamente a R$ 155,00 no interior, pago ao agricultor, que, por sua vez, teria embutido uma lucratividade líquida ao redor de 82,35% depois de pagas todas as despesas.

PARANÁ: Mercado recua e devolve os dois reais que tinha ganho no dia anterior

Soja spot elevou em mais R$ 5,00 para R$ 150,00 o preço no balcão. No mercado de lotes, os preços recuaram dois reais/saca para R$ 160,00 Ponta Grossa, pagamento final de janeiro de 2021, mas mantiveram R$ 162,00 Paranaguá pagamento final de janeiro de 2021. No mercado à vista foi negociado hoje lote a R$ 166,00 Paranaguá.

Soja futura recuou R$ 1,50/saca para R$ 158,50 Ponta Grossa para safra 2021 abril/abril e três reais/saca para R$ 160,00 posto Paranaguá pra março/abril de 2021. Na Ferrovia, em Maringá entrega até 20/03 com pagamento 30/04/21 preço recuou para R$ 155,60. Outros preços em Paranaguá entrega até 20/02 com pagamento 30/03/21 R$ 162,10; Entrega até 20/03 com pagamento 30/04/21 R$ 162,40; entrega Abril com pagamento 30/04/21 R$ 162,40; entrega Maio com pagamento 30/05/21 R$ 162,50; entrega Junho com pagamento 30/06/21 R$ 162,80; entrega Julho com pagamento 30/07/21 R$ 164,30.

MINAS GERAIS: Com a queda em Chicago, não compensada pela alta do dólar, preços recuaram um real/saca

A nova alta de 1,82% no dólar nesta quinta-feira não compensou a queda de 15 pontos em Chicago e os preços caíram um real-saca no mercado de Minas Gerais. Com a queda nos preços não houve negócios conhecidos no estado.

Mesmo assim, a lucratividade da soja está por volta de 87,93% em Minas Gerais. Nossa recomendação continua sendo a de focar no lucro e não no preço; muita gente já perdeu grandes lucros por correr atrás de preço.



Fonte: T&F Agroeconômica

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.