A indefinição sobre funcionamento dos portos está começando a afetar a demanda de soja

Alguns sindicatos de estivadores, especialmente o do porto de Santos, de grande importância para o escoamento da soja no Brasil, com medo da propagação do coronavírus, estão tentando encerras atividades portuárias. A ele se juntam o porto de Timbúes, na Argentina e portos do PNW, nos EUA.

Com isto, o fornecimento de matéria prima para as indústrias chinesas tende a diminuir, Por outro lado, para evitar perdas maiores, é possível que aos compradores chineses aumentem os prêmios oferecidos na Origem, diante da melhora do Crush Margin local, para estimular os exportadores, mas isto é algo que estão descartando no momento. A médio e longo prazo, talvez…

No RS preços atingiram R$ 103,00 no porto pagto final de maio/início de junho, que é menos do que R$ 102 em abril Novamente uma oferta enganosa foi apresentada aos vendedores do RS nesta terça-feira: R$ 103,00/saca no porto para pagamento no final de maio/início de junho como se fosse uma vantagem, mas não é. Tomando-se as despesas de carregamento da posição entre abril (mês de colheita) e final de maio, para ser igual aos R$ 102,00 apresentados para abril, o preço deveria ser ao redor de R$ 105,50 para início de junho.

Para 2021 a oferta era de R$ 97,00/saca no porto de Rio Grande, sobre rodas.

No interior o preço efetivo, ofertado pelas indústrias locais, continuou em R$ 95,00 em Cruz Alta e Passo Fundo, R$ 94,50 em Ijuí, oferecidos pelas indústrias, mas, se feitas as contas com base nos preços do porto, atingiriam R$ 98,00 em Cruz Alta e Passo Fundo R$ 97,50 em Ijuí.

No Paraná os preços subiram entre 2 e 4 reais/saca

No Paraná os preços pagos aos agricultores mantiveram a alta do dia anterior em R$ 89,00 no balcão, em Ponta Grossa. No mercado de lotes, os preços também continuou em R$ 92,00 no disponível também em Ponta Grossa para abril, mas subiu um real para maio, que ficou em R$ 94,00 e um real no Porto para R$ 98,00 no Porto, para abril e R$ 99,00 para maio. No norte do estado os preços subiram para R$ 93,00 em Londrina e Maringá e R$ 92,00 no Oeste, em Cascavel.

Prêmios mais firmes nesta terça-feira

Os prêmios FOB da soja nos portos brasileiros estiveram cerca de 5 cents mais firmes em todas as posições, o mesmo acontecendo com os prêmios CIF portos da China. O mercado de paper de Paranaguá houve negócios para Maio a +68k e + 70k, para junho/Julho a + 70N e Julho a +75N. Relatório da China: Esmagamento da China deverá encolher em Abril por menor entrega de soja O volume total de esmagamento de soja da China em abril deste ano deverá encolher significativamente, já que espera-se que vários trituradores encerrem as operações devido à falta de soja em meio à epidemia de coronavírus em curso.

Notícias de problemas nos portos de Origem nos EUA, Brasil e Argentina causaram estas preocupações. Essas ações fizeram com que os futuros de farelo de soja e colza subissem esta semana. Vários trituradores de soja no norte e leste da China, bem como partes do sul decidiram suspender ou cortar as operações, uma vez que a questão da escassez de soja aparecia maior dada a lenta importação no primeiro trimestre, de acordo com várias fontes comerciais na terça- feira.

“Espera-se que os trituradores no norte e leste da China parem as operações entre meados de abril e início de maio”, disse um Trader de farelo de soja em uma grande casa comercial, acrescentando que a maioria das importações de soja em abril só chegará no final do mês.

Os trituradores chineses reduziram o ritmo de compra de soja desde o início de 2020, à medida que a epidemia de coronavírus piorou em todo o país em janeiro, causando grandes interrupções na logística doméstica e nas operações portuárias.

“Ouvi dizer que muitas fábricas precisam esperar de uma a duas semanas por navios [de soja] para reiniciar as operações”, disse um gerente comercial de soja em uma casa de comércio internacional.”As importações de soja de abril estão estimadas em 6,8 milhões de toneladas, mas as descargas do Brasil têm sido lentas. Então [as importações] podem ser menores no final”, disse o mesmo gerente.

As importações totais de soja da China em abril do ano passado foram de 7,64 milhões de tons, com base em dados da Alfândega da China. Assim, o volume de esmagamento de soja começou a cair desde o início de março para cerca de 1,5 milhão de t na semana passada, enquanto os estoques de soja caíram pela metade no mês passado para uma baixa recorde de quase 3 milhões de t, de acordo com dados do Centro Nacional de Informações sobre Grãos e Petróleo da China (CNGOIC).

A desaceleração da atividade de esmagamento tem se refletido no mercado spot de farelo de soja na China, cujos preços estão em ascensão. “O farelo de soja spot antes de meados de abril é difícil de comprar no norte e leste da China”, disse outra fonte comercial de soja.
“Muitos vendedores estão limitando as vendas ou pararam de oferecer abril e maio”, disse um comerciante de soja em um triturador internacional, acrescentando que a base física é muito “dramática” no momento.

Os futuros da soja também subiram devido à falta de feijão e aos temores de uma possível interrupção da oferta na América do Sul. O contrato mais líquido da Bolsa de Mercadorias de Dalian para entrega em setembro subiu mais de 3% na segunda-feira e continuou o impulso positivo para CNY2.920/t (US$ 413,01) até o fechamento de terça-feira.



Fonte: T&F Agroeconômica

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.