O objetivo deste estudo foi avaliar a eficiência de inseticidas no controle de C. includens em soja, durante a safra 17/18 em São Gabriel do Oeste/MS.

Autores: Larissa, A. de C. J. Rossini¹; Gizelly, Santos¹; Valéria, G. Mazzetti1; Juliano, D. Ribeiro¹; Nádio, J. da Silva¹; Maria, O. R. Ferreira¹; Matheus, L. Mesquita¹

Trabalho publicado nos Anais do evento e divulgado com a autorização e inserção de informações dos autores

Introdução

A lagarta falsa medideira, Chrysodeixis includens, tem se tornado um problema fitossanitário na cultura da soja, ocasionando percas em produção. Essa praga caracteriza-se por causar altos índices de desfolha em plantas e, em altas infestações, pode alimentar-se de vagens.O objetivo deste estudo foi avaliar a eficiência de inseticidas no controle de C. includens em soja, durante a safra 17/18 em São Gabriel do Oeste/MS empregou-se 7 tratamentos com 4 repetições, blocos ao acaso e alta infestação natural da praga alvo.



Material e métodos

Os tratamentos foram: Testemunha; Premio (clorantraniliprole) 10 g a.i.ha-1; Exalt (espinetoram) 18 g a.i ha-1; Proclain (Benzoato de amamectina) 10 g a.iha-1a; Pirate (clorfenapir) 192 g a.i.ha-1; Nomolt (Teflubenzurom) 30 g i.aha-1 e Avatar (indoxacarb) – 56.2 g a.i ha-1. Os inseticidas foram aplicados com pulverizador costal pontas AXI 110015, pressão de 50 PSI e volume de aplicação de100 Lha-1. As avaliações foram realizadas aos 0, 2, 4, 7 e 10 dias após a aplicação (DAA), pela contagem de lagartas. A eficiência de controle foi calculada pela fórmula de Abbott (1925) e na colheita realizou-se avaliações de danos de vagens e produtividade.

Resultados

Aos 2 DAA, Premio, Proclain e Pirate apresentaram eficiência acima 80%, sendo superior ao Nomolt (57%) e similar estatisticamente à Exalt (64%) e Avatar (67%). Aos 4 e 7 DAA, Proclain e Avatar apresentaram eficiência acima de 90 e 70%, respectivamente, sendo superior a Nomolt (59% e 30%) e similar aos demais inseticidas testados. Aos 10 DAA Proclain e Avatar mantiveram eficiências superiores a 80%, sendo superior a Premio (52%) e Nomolt (54%) e similar aos demais inseticidas. Na avaliação de dano de vagens Nomolt apresentou maior dano, os demais tratamentos foram similares.

Tabela 1. Avaliação de C. includens grande na cultura da soja, sob os diferentes tratamentos estudados. Safra 17-18.

Tabela 2. Avaliação de C. includens grande na cultura da soja, sob os diferentes tratamentos estudados. Safra 17-18.

Tabela 3. Produtividade de grãos de soja, sob os diferentes tratamentos estudados. Safra 17-18.

Conclusão

Em produtividade Proclain e Avatar apresentaram maiores produção de grãos. Proclain e Avatar apresentaram maiores eficientes para o controle de C. includens e rendimento de grãos na cultura da soja, quando comparado aos demais inseticidas.


Até o dia 31/03 nossos cursos estão em promoção…Confira.

Aprenda com os melhores…e melhore sua produtividade.


Palavras-chave: Controle químico, inseticidas, Chrysodeixis includens.

Informações dos autores:

1CropSolutions – Pesquisa, Assessoria e Consultoria Ltda., Caixa Postal 103, 79490-000, São Gabriel do Oeste, MS, Brasil. E-mail: larissa@cropsolutions.agr.br.

2Universidade Federal de Viçosa – Campus Universitário, 36 570-000, Viçosa, MG, Brasil. E-mail: larialves_19@hotmail.com.

Disponível em: Anais do XXVII Congresso Brasileiro de Entomologia,  2018. Gramado, RS.

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.