No cultivo da soja, inúmeras doenças podem prejudicar o desenvolvimento da cultura, diminuindo sua produtividade ou até mesmo causando a morte da planta, como é o caso da Macrophomina phaseolina.

Mas você sabe como a doença causa a morte das plantas?

O pesquisador Marcelo Madalosso explica que a ocorrência da Macrophomina é dada em decorrencia da presença de microesclerócios presentes no solo, os quais são atraídos pelos exudatos liberados no processo de germinação das sementes e formação de plântulas. Madalosso destaca que num primeiro momento é possível que não ocorram sintomas de infecção, contudo a medida que a planta cresce e se desenvolve, os sintomas da infecção se agravam causado danos severos a planta.



O pesquisador salienta que o ataque da Macrophomina causa obstruções no xilema da planta, de forma moderada nos estádios iniciais do seu desenvolvimento, mas que se intensificam com o crescimento da planta, estresse hídrico e aumento da temperatura, causado o “entupimento” do xilema, ou seja, uma obstrução que impede a passagem de água para as partes superiores da planta. Com isso, causando a morte da parte aérea semelhante a morte por déficit hídrico (figura 1).

Figura 1. Plantas de soja com sintomas de infecção por Macrophomina phaseolina.

Foto: Fabiel Staudt e Michel Jorge Uebel.

Quando arrancada a planta do solo, é possível observar a presença de microesclerócios nas raízes (figura 2).

Figura 2. Microesclerócios de Macrophomina phaseolina.

Foto: MCKENZIE, E. (2013).

Ficou curioso? Quer saber mais? Confira o vídeo do Marcelo Madalosso abaixo.

Inscreva-se no canal Marcelo Gripa Madalosso – Madalosso Pesquisas



 

Referências:

MCKENZIE, E. MACROPHOMINA PHASEOLINA. 2013. Disponível em: http://www.padil.gov.au/maf-border/pest/main/143036/51126, acesso em:  07/04/2020.

Redação:  Maurício Siqueira dos Santos – Eng. Agrônomo.

Foto de capa: Foto: MCKENZIE, E. (2013).

1 COMMENT

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.