Autores:  Thomas Newton Martin*, José Eduardo Minussi, Jessica Deolinda Leivas Stecca, Giovani Mathias Burg, Marlo Bison Pinto.

Departamento de Fitotecnia, Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS, Brasil

*Autor correspondente: martin.ufsm@gmail.com

Resumo

Objetivou-se avaliar a influência do quociente fototermal, variáveis meteorológicas e suas associações na produtividade de grãos e massa de hectolitro de cultivares de trigo na região de Santa Maria, RS. Foram conduzidos quatro experimentos na área experimental do Departamento de Fitotecnia da Universidade Federal de Santa Maria nos anos agrícolas de 2013 (com 10 cultivares), 2014 (com 16 cultivares), 2015 (com 15 cultivares) e 2016 (com 15 cultivares), com as principais cultivares semeadas no RS em cada ano agrícola. A instabilidade dos elementos meteorológicos nos diversos anos resulta em instabilidade de produção.

Em todos os anos houve influência negativa na produtividade em função de algum evento meteorológico extremo. A radiação solar (disponibilidade (horas de sol) e qualidade (quociente fototermal)) e a temperatura média do ar são fatores determinantes para a produtividade do trigo na região de Santa Maria, RS, enquanto que a massa de hectolitro é mais afetada pelo efeito genético, pela ausência de precipitação durante a maturação das lavouras e pelo quociente fototermal próximo a antese. As cultivares de trigo diferem quanto ao potencial produtivo.

Palavras chave: Temperatura; radiação solar; insolação; precipitação pluviométrica.

Confira o trabalho completo, clicando aqui.



 

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.