Sementes de alta qualidade aumentam produção de soja entre 10% e 15%

A cada safra aumenta a busca por sementes vigorosas, com alto poder de germinação e com potencial genético de produzir soja de maior qualidade e mais resistente a pragas e doenças. Para atender a essa demanda dos produtores, investimentos no beneficiamento de sementes vem crescendo. Pesquisas de campo realizadas por pesquisadores da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) revelaram que sementes de alta qualidade rendem ganhos em produtividade que variam de 10 a 15%.

Confira a notícia na íntegra clicando aqui.


Por que você deveria utilizar a dose cheia de atrazine no milho?

Foto: A.J.P. Albrecht

á sabemos que o herbicida atrazine é muito utilizado no milho, entretanto, nem sempre usamos a dose cheia. Isso acontece porque um dos principais focos do uso deste herbicida, além do controle de plantas daninhas de folhas largas, é o controle de soja tiguera. É nesse momento que podemos estar deixando de utilizar uma importante ferramenta para o controle de uma das principais plantas daninhas da soja: a buva!

Confira a notícia na íntegra clicando aqui.


Eficiência de fungicidas multissítios aplicados isoladamente e em misturas para o controle da ferrugem-asiática da soja (Phakopsora pachyrhizi) na região oeste do Paraná, safra 2018/2019

Este trabalho tem por objetivo verificar a eficácia no controle da ferrugem asiática da soja por diferentes fungicidas multissítios, aplicados de forma isolada ou em misturas, na região oeste do Paraná.

Confira o trabalho na íntegra clicando aqui.


Atenção às solubilidades! Nem toda formulação líquida tem ativos solúveis

O vídeo aborda as diferenças entre a solubilidade da formulação e a solubilidade dos princípios ativos. Como são coisas diferentes, muitas vezes as formulações líquidas possuem princípios ativos insolúveis, que necessitam dos mesmos cuidados nas misturas, pois podem causar problemas piores que formulações wg (sólido) ou wp (pó).

Confira o vídeo e o texto completos aqui.


10 principais pragas da soja: mosca-branca

A mosca-branca, Bemisia tabaci é considerada um vetor de vírus em importantes culturas econômicas, como o tomate e feijoeiro. No entanto, nos últimos anos houve surtos desta praga em quase todo o território brasileiro, e em diversas culturas. O inseto foi a praga de maior crescimento no Brasil nos últimos anos, atacando as culturas da soja, algodão, feijão, tomate e batata, principalmente.

Confira o texto na íntegra clicando aqui.


Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.