InícioDestaqueDiagnóstico, Mitigação e Monitoramento da Compactação do Solo em Sistema Plantio Direto...

Diagnóstico, Mitigação e Monitoramento da Compactação do Solo em Sistema Plantio Direto no Brasil

Autores: PEIXOTO, DEVISON SOUZA; SILVA, BRUNO MONTOANI; SILVA, SÉRGIO HENRIQUE GODINHO; KARLEN, DOUGLAS L.; MOREIRA, SILVINO GUIMARÃES; SILVA, ALESSANDRO ALVARENGA PEREIRA DA; RESENDE, ÁLVARO VILELA DE; NORTON, LLOYD DARRELL; CURI, NILTON. Diagnosing, Ameliorating, and Monitoring Soil Compaction in No-Till Brazilian Soils. Agrosystems, Geosciences and Enviroment, v. 2, p. 80035, 2019.


A compactação do solo pode reduzir significativamente o rendimento das culturas. Nosso objetivo foi identificar os indicadores físicos do solo mais sensíveis para predizer a produtividade de soja, usando o algoritmo Random Forest. O aprendizado de máquina, ferramenta utilizada para tomada de decisão, foi usado com dados em escala de campo de cinco tratamentos de manejo do solo projetados para melhorar a compactação em sistema plantio direto (SPD).

Os tratamentos foram: T1, SPD por 10 anos (controle); T2, SPD com aplicação superficial de 3,6 Mg ha-1 de gesso agrícola; T3, SPD com subsolagem + 1.440 kg ha-1 de calcário altamente reativo aplicado a uma profundidade entre 0,40 – 0,60 m; T4, SPD com escarificação a uma profundidade de 0,26 m; e T5, SPD com subsolagem a uma profundidade de 0,60 m + 1.440 kg ha-1 de calcário altamente reativo aplicado na superfície.

Quinze propriedades físicas do solo e processos relacionados ao crescimento e produtividade da soja [Glycine max (L.) Merr.] foram medidos. A intervenção mecânica, especificamente a subsolagem, melhorou as propriedades físicas do solo e aumentou o rendimento da soja cultivada após o preparo ocasional. O Random Forest classificou a resistência à penetração (PR), a capacidade de aeração (AC), a macroporosidade (Mac), a capacidade de campo relativa (RFC) e o índice S como os indicadores físicos mais sensíveis para predizer o rendimento da soja.

Esses indicadores também foram sensíveis às mudanças na estrutura do solo devido a subsolagem. Conclui-se que o algoritmo Random Forest foi uma ferramenta eficaz para a triagem de indicadores físicos para monitorar a compactação do solo e seu efeito sobre o rendimento da soja.

O PR pode ser usado para orientar a tomada de decisão na fazenda sobre quando e como o preparo ocasional deve ser usado para minimizar a compactação do solo em SPD, aumentando a produtividade de soja.

Clique aqui para acessar o artigo completo.

Equipe Mais Soja
Equipe Mais Soja
A equipe editorial do portal Mais Soja é formada por profissionais do Agronegócio que se dedicam diariamente a buscar as melhores informações e em gerar conteúdo técnico profissional de qualidade.
Artigos relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Populares