Em 2019 a Esalqshow estará realizando a sua 3ª edição, reforçando o conceito da maior integração entre a Universidade, o Setor Produtivo e a Sociedade Urbana, que é uma das características no relacionamento entre esses setores que foram fragilizados no tempo, face um distanciamento no diálogo e, mesmo em falhas, nas ações de comunicação.

A Esalqshow nasceu com esse desafio, tendo como berço a ESALQ/USP mas buscando trazer as Faculdades ligadas ao Agro do país e a fundamental relação com as empresas de insumos modernos e de bens de capital, de inteligência de mercado e de informática, tradings e consultorias, o mundo político e a sociedade representada, entre outros setores além do cidadão urbano que reclama, corretamente, da falta de informações relevantes a respeito do desenvolvimento do Agro brasileiro, de sua performance e das suas perspectivas e desafios.

O que se espera nas ações que estão sendo planejadas é um evento que não se resuma a um encontro que apenas ocorra na semana de outubro próximo de 2019, mas que vá criando outros eventos e gerando informações e espalhando-se neste país de enorme responsabilidade no tema das perspectivas da segurança alimentar global e da redução das emissões de carbono e seus impactos no aquecimento do planeta.

As universidades têm um papel relevante na geração de conhecimento e na formação de profissionais fundamentais ao país. Mas tem, também, um papel responsável na comunicação dos seus feitos e na busca da maior integração com os agentes privados que atuam na produção e na comercialização de produtos do agro. O mesmo ocorre com os agentes do setor produtivo em relação aos investimentos em recursos humanos e na comunicação à sociedade dos seus trabalhos.

O Brasil vive um momento ímpar em sua trajetória de desenvolvimento, onde o Agro representa a sustentação das suas reservas de recursos via Balanço de Pagamentos, quando se tem um grau elevado de incertezas mundiais e guerras comerciais.

A Esalqshow 2019 quer trazer não só Summits e Debates entre as visões de futuro de cadeias produtivas e de membros de 1º escalão de governo, como prospectivas de Startups, de multinacionais e das empresas de agricultura, pecuária e produtos florestais, entre outras. Procurar-se-á, também, programar-se visitas às empresas da região aos interessados como forma de aproximar o cidadão urbano das realizações do agro, ter a presença ativa da mídia participando dos eventos e a clara demonstração do fato da OCDE e a FAO elegerem o Brasil e o seu Agro como os grandes protagonistas no quesito segurança alimentar do Planeta Terra!

Fonte: Assessoria de imprensa ESALQSHOW


Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.