O Imea divulgou a segunda estimativa para a safra 19/20 de algodão em MT, trazendo novas perspectivas para a área e produção cultivada da nova safra. Com isso, a área foi ajustada com uma redução de 0,7% em relação à safra 18/19, a previsão é que os produtores semeiam um total de 1,11 milhão de hectares.

Essa retração se deu por diversos fatores, tais como: o atraso na semeadura da soja e a desvalorização nos preços da pluma no mercado internacional. Por outro lado, área de algodão ainda permanece entre as maiores áreas cultivadas no estado nos últimos cinco anos.

Para a produtividade, a primeira safra é altamente dependente dos fatores climáticos, sendo assim, não houve alterações, a estimativa permanece em 274,40@/ha. Assim como a queda na expectativa da área semeada, a produção 19/20, apresentou um recuo de 3,6% e 3,7 para pluma e caroço, respectivamente, ante a safra 18/19.

Confira os principais destaques do boletim:

• Em valorização, o Preço da pluma Imea em Mato Grosso, apresentou uma alta de 2,21%, ficando cotado a uma média semanal de R$ 81,37/@.

• Com a desvalorização na bolsa de Nova York (ICE), a paridade de exportação jul/20 encerrou a semana com uma retração de 3,01%, cotada a R$ 93,04/@.



• Repercutindo os dados do PIB mais fortes do que o esperado para a indústria chinesa, o dólar iniciou a primeira semana de dezembro em queda de 0,85%, cotado a R$ 4,20/US$.

• Aliados à alta do caroço, os subprodutos de algodão em Mato Grosso apresentaram alta de 0,29% e 0,80% para caroço e torta, cotados a um valor médio de R$ 421,77/t e R$ 508,93/t, respectivamente.

Foi dada a largada:

Com o fim do vazio sanitário no dia 01/12, em Mato Grosso em algumas regiões, alguns cotonicultores deram inicio a semeadura para a safra 2019/20 de algodão. Em ritmo ainda lento, totaliza 0,33% da área total cultivada.

A previsão é que os produtores semeiam um total de 127,33 mil hectares de algodão primeira safra, de um total de 1,11 milhão de hectares. A região sudeste (Rondonópolis, Campo Verde, Primavera do Leste e região), se destacou como a primeira a dar inicio nos trabalhos à campo por ser a maior região de cultivo primeira safra.

Entretanto nem todos os municípios citados começaram a semear, alguns produtores irão começar apenas na segunda quinzena do mês de dezembro. A expectativa agora é finalizar os trabalhos de campo dentro da janela ideal, para assim garantir um bom desenvolvimento da cultura e atingir seu maior potencial no campo.

Fonte: Imea

Texto originalmente publicado em:
Imea
Autor: IMEA

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.