O Imea divulgou o custo de produção da soja referente ao mês de maio para a safra 19/20 em MT. De acordo com os dados, o custo variável ficou em R$ 3.158,52/ha e o custo total fechou em R$ 3.912,80/ha, elevação mensal de 0,26% e 0,19%, respectivamente.

Dentre os itens que influenciaram a elevação, destacam-se os fungicidas, os micronutrientes, enquanto que os que pressionaram foram a desvalorização dos fertilizantes no mercado internacional, a diminuição dos preços do frete para fertilizantes e o recuo nas despesas com armazenagem.

Esta redução nas cotações dos fertilizantes é pautada na menor demanda do mercado norte-americano, que está com a semeadura de soja e milho atrasada devido às adversidades climáticas. De uma maneira geral, a comercialização de insumos no estado se intensificou nos últimos meses, com avanço de 20,73 p.p. em maio e chegando a 69,52%.

Confira os principais destaques do boletim:

• Na última semana o indicador Imea-MT finalizou com cotação média de R$ 64,39/sc, uma valorização de 1,23%. Apesar da queda no dólar, o prêmio continua sustentando as negociações.

• Influenciado pela demanda da oleaginosa no país, o prêmio corrente no Porto de Santos continua a subir e registrou um aumento de 5,46% ante a última semana.



 

• O contrato corrente da bolsa de Chicago CME-Group para a soja fechou a semana com recuo de 0,57%, influenciado pela melhora das condições climáticas nos EUA.

• O dólar corrente fechou a semana com desvalorização de 0,34%, fundamentado na evolução no trâmite da reforma da previdência.

ESMAGAMENTO ATUALIZADO:

O volume de soja esmagada em Mato Grosso em mai/19 foi divulgado pelo Imea e, de acordo com o levantamento, a quantidade processada no estado somou cerca de 784,42 mil toneladas, um valor 12,51% menor que o obtido em abr/19 e um recuo de 3,48% em relação ao mesmo período do ano passado.

No que se refere à margem bruta de esmagamento para mai/19, houve um aumento de 23,08% ante o fechamento referente a abr/19. O preço de farelo fechou com acréscimo de 11,40%, enquanto o óleo valorizou 4,97% em maio.

De maneira geral, o setor se encontra no mesmo ritmo de 2018, uma vez que, no acumulado de janeiro a maio, este ano já soma 4,23 milhões de toneladas, ligeiramente acima dos 4,12 milhões de toneladas registradas no mesmo período de 2018.

Caso o setor continue firme, é possível que em 2019 Mato Grosso tenha um volume de soja esmagada superior se comparado ao ano passado, que somou 9,89 milhões de toneladas.

Fonte: Imea

Texto originalmente publicado em:
Imea
Autor: IMEA

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.