No dia 25 de fevereiro, às 15h, BIOMIN e Romer Labs realizarão webinar exclusivo para apresentar os resultados de sua Pesquisa Mundial de Micotoxinas e debater a ameaça de micotoxinas na cadeia de proteína animal. Inscrições gratuitas: Pesquisa Mundial de Micotoxinas: Impacto em 2021 [Webinar] (biomin.net)

As micotoxinas provocam consistentes prejuízos para a saúde, o desempenho, o bem-estar e a produtividade de aves, suínos, espécies aquáticas e bovinos. Identificar os principais problemas e como evitar sua presença são essenciais para a produção animal. Em 2020, as micotoxinas mais prevalentes fazem parte do grupo Fusarium, principalmente Fumonisina, Desoxinivalenol e Zearalenona. E quais são as maiores ameaças em 2021? Para apresentar as micotoxinas mais preocupantes este ano, a BIOMIN e a Romer Labs realizam o webinar “Pesquisa Mundial de Micotoxinas: Impacto em 2021”, no dia 25 de fevereiro, às 15h. As inscrições são gratuitas em: Pesquisa Mundial de Micotoxinas: Impacto em 2021 [Webinar] (biomin.net)

Durante o webinar, os especialistas da BIOMIN e Romer Labs discutirão de forma aprofundada as tendências de contaminação por micotoxinas em aves, suínos, ruminantes e espécies aquáticas. Para Alexandro Marchioro, especialista em micotoxinas da BIOMIN, as mudanças climáticas representam um fator fundamental para entender o perfil de contaminação das substâncias tóxicas produzidas por fungos em todo o mundo.

“Um exemplo do final do ano passado é a América do Sul, que sofreu principalmente com a passagem do fenômeno La Niña. Essa anomalia climática contribuiu para o atraso do plantio de soja e afetou o desenvolvimento de outras culturas. O estresse hídrico provoca pelo fenômeno torna a planta mais suscetível à contaminação fúngica e, consequentemente, à presença de micotoxinas”, explica Marchioro.

A apresentação também debaterá os perigos da presença de múltiplas micotoxinas, com foco nas emergentes. “Em 2020, as micotoxinas emergentes ganharam força. Muitos estudos já foram desenvolvidos para analisar sua ação sinérgica e individual, principalmente na produção de aves e suínos. Nosso objetivo é informar o mercado sobre o crescimento da presença das micotoxinas emergentes, que podem ser responsáveis por desafios clínicos no campo”, destaca o especialista da BIOMIN.

Serviço:

Pesquisa Mundial de Micotoxinas: Impacto em 2021

Dia 25 de Fevereiro: 15h – 16h

Inscrições: Pesquisa Mundial de Micotoxinas: Impacto em 2021 [Webinar] (biomin.net)

Fonte: Assessoria de imprensa Biomin

Foto de capa: Credito Sandra Brito – Embrapa – Biomin

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.