A produção global de alimentos deve aumentar 50% até 2050 para alimentar aproximadamente 10 bilhões de pessoas no planeta. E para suprir boa parte desta demanda, os agricultores brasileiros cumprirão um papel ainda mais importante.

Com a nobre função de alimentar o mundo, os agricultores têm superado desafios em busca de aumento de produtividade e uma atividade cada vez mais sustentável. Em duas décadas, a produção de grãos cresceu 190% no país, com 240 milhões de toneladas. Esse crescimento é resultado da adoção de tecnologia, aliado a um manejo correto nas áreas produtivas.

Por isso, no dia dos agricultores queremos agradecer a todos os protagonistas que contribuem para uma agricultura brasileira cada vez mais competitiva.

Campeão de produtividade

Matheus Grossi Terceiro, 26 anos, é filho de agricultor que desbravou o cultivo de soja no Cerrado na década de 1970. Ele é campeão de produtividade no Sudeste na safra 2018/19, com 110,45 sacas por hectare, no desafio do CESB (Comitê Estratégico Soja Brasil). O agricultor de Patrocínio (MG) pretende alcançar 150 sacas por hectare nos próximos anos. “A alta produtividade é resultado de todas as práticas agrícolas adotadas ao longo do ciclo.”

De pai para filha

Luisa Comin, 33 anos, não teve alternativas quando o pai adoeceu. Precisou assumir a propriedade da família em Soledade (RS), onde são cultivados trigo, aveia e soja. Com a perda do pai, ela se tornou a referência para a mãe e a irmã mais nova. Ela diz que não estava preparada para assumir os negócios da família, mas que a missão lhe fez amadurecer ao descobrir como unir a sua feminilidade com o trabalho no campo. “O legado da família é o que motiva a gente. Ter um propósito é o que nos move.“

Tecnologia no campo

Filho de pecuarista, o engenheiro de produção Bruno Almeida Souza, 42 anos, resolveu investir na agricultura há cinco anos. Em Confresa (MT), produz soja e milho de olho na tecnologia. Ele é um dos primeiros agricultores a usarem a plataforma xarvio™ Field Manager no país. A ferramenta ajuda no controle de plantas daninhas, como o capim-amargoso, com aplicações de herbicidas somente nas áreas de infestação. “O mercado está mais competitivo e não possui margem pra erro, por isto tem que fazer bem feito.”

Legado de fibra

Carlos Alberto Moresco, 44 anos, é referência na produção de algodão em Goiás. Os pais eram pequenos agricultores e são a inspiração do presidente da Associação Goiana dos Produtores de Algodão (AGOPA). Ele acredita que a agricultura é a atividade mais nobre do ser humano. “A gente põe amor na terra e este amor se transforma em produtividade que alimenta o mundo e proporciona bem-estar.”

Superando dificuldades

Produzir até 100 toneladas de cebola por hectare é motivo de orgulho para Vital Braz, 60 anos. O maior produtor de cebola da Paraíba investiu em genética, com o plantio de híbridos mais produtivos. A fertirrigação que fornece água e nutrientes à planta é necessária para o cultivo, mas nem sempre viável devido à escassez hídrica da região. “No campo, o desafio é todo dia cultivar bem feito, tem que caprichar”.

Parceria de sucesso

Os agricultores enfrentam uma série de desafios todos os dias, como o clima, as oscilações de preços, a incidência de pragas e doenças nas plantações, entre outros. Por isso, as decisões tomadas no curto prazo farão toda a diferença no futuro.

“Ter sucesso na agricultura é um grande desafio e não perpetuá-lo é um grande desperdício. Esta é uma oportunidade de renovar o nosso compromisso de estarmos juntos do agricultor e da agricultora”, fala Marcelo Batistela, diretor de Marketing da BASF. A empresa está próxima do agricultor para entender e atender as suas necessidades, contribuindo assim com uma agricultura cada vez mais sustentável. BASF na Agricultura. Juntos pelo seu Legado.

Sobre a Divisão de Soluções para Agricultura da BASF

Com uma população em rápido crescimento, o mundo está cada vez mais dependente da nossa capacidade de desenvolver e manter uma agricultura sustentável e ambientes saudáveis. Trabalhando com agricultores, profissionais agrícolas, especialistas em gestão de pragas e outros, é nosso papel ajudar a tornar isso possível. É por isso que investimos em uma forte estrutura R&D e em um amplo portfólio, incluindo sementes e melhoramento genético, proteção química e biológica de cultivos, manejo do solo, fitossanidade, controle de pragas e agricultura digital.

Com equipes de especialistas em laboratório, campo, escritório e produção, conectamos o pensamento inovador e a ação realista para criar ideias reais que funcionam – para agricultores, sociedade e o planeta. Em 2018, nossa divisão gerou vendas de 6,2 bilhões de euros. Para mais informações, visite www.agriculture.basf.com ou qualquer um dos nossos canais de mídia social.

Sobre a BASF

Na BASF criamos química para um futuro sustentável. Nós combinamos o sucesso econômico com proteção ambiental e responsabilidade social. O Grupo BASF conta com aproximadamente 122 mil colaboradores que trabalham para contribuir com o sucesso de nossos clientes em quase todos os setores e países do mundo.

Nosso portfólio é organizado em 6 segmentos: Químicos, Materiais, Soluções Industriais, Tecnologias de Superfície, Nutrição e Care e Soluções para Agricultura. A BASF registrou vendas de € 63 bilhões em 2018. As ações da BASF são comercializadas no mercado de ações de Frankfurt (BAS) e como American Depositary Receipts (BASFY) nos Estados Unidos.

Fonte: Assessoria de imprensa BASF


Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.