Um biofertilizante feito a partir de macroalgas encontradas na costa brasileira. Este é o produto de pesquisa iniciada em 2018 em uma parceria da Embrapa Agroenergia (Brasília – DF), a Embrapii (Associação Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial, organização social mantida pelo governo federal), Sebrae e a Dimiagro, empresa de fertilizantes. Segundo os pesquisadores, o biofertilizante aumenta a produtividade em torno de 10 a 15% e já era produzido a partir de algas em outros países do mundo mas tinha de ser importado pelo Brasil.

O diretor comercial da Dimiagro, Gregori Vieira, explica que a grande vantagem é a redução de custos da importação do extrato de algas oriundas de países com baixas temperaturas, como Canadá e países da Europa. “Queremos produzir um extrato de alga totalmente brasileiro, por isso buscamos a Embrapa. E, com o apoio da Embrapii, isso será possível”, conta Gregori. De acordo com o executivo, essa tecnologia resultará na produção em larga escala de extrato de algas no país, reduzindo a dependência de importação.

César Miranda, pesquisador da Embrapa Agroenergia, explica que o extrato de algas é muito empregado em culturas perenes e também anuais, em países da Europa e nos Estados Unidos. Segundo ele, o extrato acelera o crescimento e a produtividade das plantas.

Essa pesquisa só foi possível por causa de parceria de empresas com o governo. Outras tecnologias também podem ser geradas dessa forma, por meio da Unidade Embrapii/Embrapa Agroenergia. Nesse modelo, a empresa parceira aporta 1/3 do valor, a Embrapa entra com seu quadro técnico e a sua estrutura, além de aportar valor equivalente, e o restante do recurso é proveniente da Embrapii. “São tecnologias personalizadas e que estão de acordo com o produto de interesse da empresa”, destaca Patrícia Abdelnur, pesquisadora da Embrapa Agroenergia e coordenadora da Unidade Embrapii.

Fonte: SNA

Texto originalmente publicado em:
SNA
Autor: SNA

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.