InícioDestaquePercevejos: Controle de “ponte verde” é essencial para manejo da praga

Percevejos: Controle de “ponte verde” é essencial para manejo da praga

Os percevejos são pragas que acometem diversas culturas agrícolas, causando perdas quantitativas e qualitativas nos grãos e sementes produzidas. Visando mitigar os efeitos dos percevejos em culturas agrícolas, o controle químico com o emprego de inseticidas é indispensável, devendo-se seguir as orientações técnicas pré estabelecidas para a cultura, com base nos níveis de ação para o controle dos percevejos.

Na soja, o pico populacional dos percevejos coincide com o final do ciclo da cultura (Figura 1). Quando não há o devido controle dos percevejos e/ou há falhas de manejo, elevadas populações da praga podem permanecer no pós-colheita da soja.

Figura 1.  Período crítico e pico populacional de percevejos em soja.

Com limitada oferta de comida, os percevejos tendem a migrar para as plantas daninhas presentes na área. A oferta de matéria verde das plantas daninhas possibilita a sobrevivência dos percevejos, essas plantas então, passam a atuar como “ponte verde” para a sobrevivência dos percevejos.

Após a palhada residual da colheita serve como abrigo para populações hibernantes. Além de abrigo, sementes caídas no solo servem de alimento para os percevejos. Adicionalmente, a introdução de cultivo intensivo, cultura após cultura de forma continuada tem favorecido esses insetos (Panizzi et al., 2015), contribuindo para a manutenção das populações dos percevejos.

Uma das espécies mais comuns onde podemos observar esse hábito dos percevejos é a buva Conyza spp., popular planta daninha presente em praticamente todo o território nacional. Os percevejos se hospedam na buva até a colheita da soja, e após a germinação de novos fluxos dessa planta daninha nos períodos entressafra, essas plantas, voltam a atuar como “pontes verdes”.

Além da buva, uma vasta gama de plantas daninhas pode atuar como hospedeiras dos percevejos na entressafra das culturas, possibilitando a manutenção das populações da praga. Conforme observado por Engel et al. (2017), há uma relação entre o tamanho da planta hospedeira e o número de percevejos, indicando que há o aumento do número de insetos a medida em que há o aumento do diâmetro das plantas hospedeiras (figura 2).

Figura 2. Média de D. furcatus ocorrentes em diferentes diâmetros de plantas  de capim-rabo-de-burro A. bicornis  (Ab)  e macega estaladeira E. angustifolium  (Ea)  durante  entressafra de soja e milho.
Fonte: Engel et al. (2017)

A presença de elevadas populações de percevejos na implantação e estabelecimento de culturas agrícolas posteriores a soja, tais como milho e trigo, pode comprometer o adequado estande de plantas e a produtividade da lavoura, tornando necessário realizar o controle químico ainda nos estádios iniciais, mesmo adotando o tratamento de sementes.

Com isso em vista, o controle de plantas daninhas na entressafra é uma estratégia de manejo para reduzir as populações de percevejos. Além disso, conforme observado por Engel et al. (2017), é essencial controlar plantas daninhas nos estádios iniciais do desenvolvimento, reduzindo a capacidade delas em hospedar percevejos na entressafra.

Confira abaixo as dicas do professor e pesquisador Alfredo Albrecht.

Inscreva-se agora no canal Professores Alfredo & Leandro Albrecht clicando aqui!


Veja Mais: Percevejos no sistema soja-milho – Cuidados com a praga no estabelecimento do milho



Referências:

ENGEL, E. et al. POPULAÇÕES DE PERCEVEJOS BARRIGA-VERDE [Dichelops furcatus (Hemiptera: pentatomidae)] EM DIFERENTES DIÂMETROS DE PLANTAS SILVESTRES DURANTE ENTRESSAFRA DE SOJA E MILHO. Rev. Cienc. Agrar., v. 60, n. 2, p. 206-209, abr./jun. 2017. Disponível em: < https://btcc.ufra.edu.br/index.php/ajaes/article/view/2681/1442 >, acesso em: 07/05/2024.

PANIZZI, A. R. et al. MANEJO INTEGRADO DOS PERCEVEJOS BARRIGA-VERDE, Dichelops spp. EM TRIGO. Embrapa Trigo, 2015. Disponível em: < https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/126856/1/FL-08528.pdf >, acesso em: 07/05/2024.

Acompanhe nosso site, siga nossas mídias sociais (SiteFacebookInstagramLinkedinCanal no YouTube)

Equipe Mais Soja
Equipe Mais Soja
A equipe editorial do portal Mais Soja é formada por profissionais do Agronegócio que se dedicam diariamente a buscar as melhores informações e em gerar conteúdo técnico profissional de qualidade.
Artigos relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Populares