A liquidez esteve maior no mercado de soja no início da última semana, com negócios para pronta entrega e também para novembro – segundo colaboradores do Cepea, vendedores aproveitaram as altas verificadas nos preços internacionais e, consequentemente, domésticos.

Já na segunda metade da semana, o ritmo de negociações diminuiu, visto que sojicultores, preocupados com o clima, se afastaram do mercado – a umidade do solo dificulta o semeio em regiões liberadas para o cultivo da nova temporada.

Nesse cenário, e com a desvalorização de 2,2% do dólar na semana, os preços registraram ligeiras quedas. Entre 27 de setembro e 4 de outubro, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa da soja Paranaguá caiu 0,2%, a R$ 86,38/saca de 60 kg na sexta-feira.

O Indicador CEPEA/ESALQ Paraná também recuou 0,2% no período, para R$ 80,69/sc de 60 kg. O dólar, por sua vez, fechou a R$ 4,061 na sexta-feira, 4.

Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

Texto originalmente publicado em:
Cepea
Autor: CEPEA

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.