A interferência de plantas daninhas em plantas cultivadas pela competição de água, nutrientes e radiação solar é considerada indesejada e pode trazer inúmeros malefícios no sistema de produção. Segundo ROMAN; VARGAS; RODRIGUES (2006), a competição de plantas daninhas com a cultura do trigo pode prejudicar a produtividade do trigo, diminuindo seu rendimento. Dentre as principais plantas daninhas encontradas no cultivo do trigo se destacam o azevém (Lolium multiflorum) e a aveia preta (Avena strigosa) por apresentarem difícil controle quando encontrados em meio ao cultivo do trigo devido as semelhanças com a cultura.

Avaliando o Período Crítico de Competição de azevém e nabo forrageiro com o trigo, AGOSTINETTO et al. (2008) submeteram a cultura à períodos de convivência com as plantas daninhas e compararam os resultados com o cultivo do trigo sem a interferência das daninhas. Os autores observaram interferência em características agronômicas da culturas, bem como componentes de produtividade além de diminuição no rendimento do trigo para os tratamentos submetidos a períodos de convivência com plantas daninhas. Na figura 1 estão apresentados os resultados obtidos pelos autores na determinação do período crítico de competição de plantas daninhas com a cultura do trigo.

Figura 1. Definição dos períodos de controle e de convivência de plantas de azevém e nabo forrageiro na cultura do trigo, com relação a produtividade da cultura. 1 = Período anterior à interferência (PAI), 2 = Período crítico de prevenção da interferência (PCPI) e 3 = Período total de prevenção da interferência (PTPI).

Fonte: AGOSTINETTO et al. (2008).

Nota-se observando o comportamento da linha que demonstra a convivência das plantas daninhas com a cultura que a medida que aumenta o período de convivência, a produtividade diminui; conforme destacado por VARGAS & BIANCHI (2011) apresentando redução drástica na produtividade no primeiro terço do desenvolvimento da cultura (até os 40 – 50 Dias após emergência), denominado período crítico de competição.

Além disso, o Prof. Alfredo Albrecht comenta a importância de se manejar adequadamente as plantas daninhas no período de entressafra do trigo para diminuir os problemas de controle das daninhas em períodos sucessivos, principalmente quando já estabelecida a cultura no campo, o que pode dificultar e muito o controle. Segundo Alfredo “entrar com a cultura de inverno no limpo” é fundamental para facilitar as práticas de manejo.

Confira o vídeo abaixo com as dicas do Prof. Alfredo Albrecht.


Inscreva-se agora no canal dos Professores Alfredo & Leandro Albrecht, aqui.



Confira o curso “Sementes e grãos: da produção ao armazenamento” e veja dicas para aumentar a produtividade da sua lavoura!!!

Referencias:

AGOSTINETTO, D. et al. PERÍODO CRÍTICO DE COMPETIÇÃO DE PLANTAS DANINHAS COM A CULTURA DO TRIGO. Planta Daninha, Viçosa-MG, v. 26, n. 2, p. 271-278, 2008.

ROMAN, E. S; VARGAS, L; RODRIGUES, O. MANEJO E CONTROLE DE PLANTAS DANINHAS EM TRIGO. Embrapa, Documentos, n.63, nov. 2006.

VARGAS, L; BIANCHI, M. A. TRIGO NO BRASIL, MANEJO E CONTROLE DE PLANTAS DANINHAS. Embrapa, Cap. 10, p. 253-262, 2011.

Redação: Maurício Siqueira dos Santos –  Eng. Agrônomo, equipe Mais Soja.

1 COMMENT

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.