InícioDestaqueAbertura de legumes e germinação de grãos na soja

Abertura de legumes e germinação de grãos na soja

Para uma semente germinar é necessário que ela apresente as condições fisiológicas e esteja exposta a condições ambientais adequadas. O processo de germinação pode ser subdividido basicamente em três fases, onde:

Fase I: corresponde a embebição e reativação do metabolismo da semente;

Fase II: processo bioquímico preparatório ou indução ao crescimento;

Fase III: Crescimento/formação da plântula (Marcos Filho).

A fase I é a principal desencadeadora do processo de germinação, sendo que sementes de plantas cotiledonares precisam absorver cerca de 50% do seu peso em água. Cabe destacar que na fase I ocorre uma rápida entrada de água, em função da grande diferença de potencial entre as sementes e o substrato, independentemente do estado fisiológico das sementes (Beckert; Miguel; Marcos Filho, 2000).

Ou seja, havendo diferença de potencial, e elevada disponibilidade de água, a sementes tende a absorver água. Sendo assim, uma situação um tanto quanto incomum pode ocorrer na cultura da soja em anos de elevadas precipitações nos estádios finais do desenvolvimento da soja. Trata-se da germinação de semente ainda no legume da soja. Essa característica é conceituada como viviparidade, e tem por definição, a germinação de sementes ainda dentro do fruto/legume da planta.



Em vídeo o Professor da Universidade Federal do Paraná, e pesquisador do Grupo Supra Pesquisa, Leandro Albrecht, explica que dentre as possíveis causas desse fenômeno, podemos destacar a sensibilidade da cultivar, o desbalanço hormonal, o desbalanço nutricional e a elevada precipitação. A sensibilidade da cultivar a deiscência de legumes permite o maior contato da semente com umidade, desencadeando o processo germinativo e a viviparidade.

Leandro comenta que há vários fatores fisiológicos e ambientais relacionados a esse fenômeno, mas no que diz respeito a desequilíbrio nutricional, deve-se atentar especialmente para nutrientes como Potássio, Calcio e Magnésio. Aliadas a alta umidade presente pelas elevadas precipitações, características fisiológicas e ambientais propiciam a combinação de fatores adequados para a viviparidade.


Veja também: Potássio, o segundo nutriente mais requerido pela soja


Outra possível causa conforme destacado por Leandro, é o desbalanço da relação fonte/dreno. Em condições em que há elevada disponibilidade de nutrientes e por condições de manejo deficitário ou ocorrência de pragas ou estresses na formação de grãos, tem-se a baixa produção de legumes, pode-se desencadear uma relação de elevada disponibilidade e deslocamento de fotoassimilados para os poucos grãos formados, proporcionando aumento de volume dos mesmos, consequentemente exercendo maior pressão interna nos legumes e levando cultivares mais sensíveis a abertura dos legumes.

Como principais consequências desse fenômeno podemos destacar a perda de produtividade e valor comercial dos grãos ou sementes, a perda de qualidade e sanidade das sementes. Infelizmente em situações em que a abertura dos legumes e germinação dos grãos já está ocorrendo, não há recomendações técnicas ou ferramentas que possibilitem a remediação dessa condição, entretanto, é possível observar o comportamento de certas cultivares frente a sua maior sensibilidade, possibilitando um melhor posicionamento futuro de cultivares em áreas de produção.

Figura 1. Possíveis causas da abertura de legumes, germinação de grãos em legumes e sintomas de ocorrência.

Fonte: Professores Alfredo & Leandro Albrecht

Confira abaixo o vídeo com as contribuições do Professor e Pesquisador Leandro Albrecht.


Inscreva-se agora no canal dos Professores Alfredo & Leandro Albrecht, aqui.


Referências:

BECKERT, O. P.; MIGUEL, M. H.; MARCOS FILHO, J. ABSORÇÃO DE ÁGUA E POTENCIAL FISIOLÓGICO EM SEMENTES DE SOJA DE DIFERENTES TAMANHOS. Scientia Agricola, v.57, n.4, p.671-675, out./dez. 2000. Disponível em: < https://www.scielo.br/pdf/sa/v57n4/a12v57n4.pdf >, acesso em: 03/02/2021.

MARCOS FILHO, J. GERMINAÇÃO DE SEMENTES. Tecnologia e Produção de Sementes, Departamento Produção Vegetal, USP/ESALQ. Disponível em: < http://www.lpv.esalq.usp.br/sites/default/files/Germina%C3%A7%C3%A3o%20PG%202018%20pdf.pdf >, acesso em: 03/02/2021.

Acompanhe nosso site, siga nossas mídias sociais (SiteFacebookInstagramLinkedinCanal no YouTube

Equipe Mais Soja
Equipe Mais Soja
A equipe editorial do portal Mais Soja é formada por profissionais do Agronegócio que se dedicam diariamente a buscar as melhores informações e em gerar conteúdo técnico profissional de qualidade.
Artigos relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Populares