Algumas empresas do Sul, Sudeste e Nordeste do Brasil mostraram interesse pela pluma nos últimos dias, elevando ligeiramente o ritmo de negócios neste início de setembro.

No entanto, segundo pesquisadores do Cepea, a comercialização no spot tem sido limitada pelo fato de boa parte de produtores e de tradings estar voltada ao cumprimento de contratos.

Quanto aos preços, têm registrado oscilações diárias, visto que ora compradores estão mais flexíveis em pagar preços maiores, ora vendedores cedem nos preços. Entre 30 de agosto e 10 de setembro, o Indicador do algodão em pluma CEPEA/ESALQ, com pagamento em 8 dias, caiu 1,14%, fechando a R$ 2,4416/lp, na terça-feira, 10.

Fonte: Cepea


Texto originalmente publicado em:
CEPEA
Autor: Cepea/Esalq

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.