O Grupo de pesquisas Supra Pesquisas, da UFPR vem desenvolvendo trabalhos visando o correto manejo de plantas daninhas, suas interferências e danos para os sistemas de produção, dando atenção e esse tema tão importante na agricultura. Dentre as plantas daninhas mais frequentemente encontradas nas lavouras brasileiras, a Buva (Conyza sp.) se destaca por apresentar difícil controle, resistência a herbicidas e alta capacidade de dispersão.

No vídeo abaixo, Maikon Tiago Yamada Danilussi, pesquisado integrante do Grupo Supra pesquisas aborda o tema dispersão da Buva. Maikon chama atenção para o controle da planta daninha e sua capacidade de produção de sementes. Segundo ele, uma planta de Buva se não controla antes do termino do seu ciclo de desenvolvimento pode produzir até 350 mil sementes.

Veja também: Monitoramento de Plantas Daninhas Resistentes a herbicidas no Paraguai 

Não para por ai, além da alta capacidade de produção, as sementes da Buva apresentam alta taxa de dispersão, suas sementes são facilmente carregadas pelo vento e agentes dispersantes. Tendo em vista que uma semente pode permanecer viável durante anos no solo, áreas manejas incorretamente podem apresentar alta população de Buva, aumentando a competição das plantas daninhas com cultivadas e sua interferência na produtividade, se tornando um grande problema para o sistema produtivo.



Confira o vídeo:


Inscreva-se agora no canal dos Professores Alfredo & Leandro Albrecht, aqui.


Redação: Maurício Siqueira dos Santos – Eng. Agrônomo.

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.