A colheita nas lavouras de milho safrinha cultivadas em Goiatuba, no sul de Goiás, atinge cerca de 60% da área cultivada de 20 mil hectares, segundo informações da Emater local.

De acordo com o engenheiro-agrônomo Alceu Marques Filho, o rendimento médio tem ficado até agora em 4.800 quilos por hectare, abaixo do potencial esperado inicialmente de 6.000 quilos por hectare. “As lavouras sentiram demais a falta de chuvas registrada em toda a fase de desenvolvimento”, comenta.

Quanto ao sorgo, cuja colheita atinge 50% dos 20 mil hectares plantados, Alceu afirma que as lavouras vêm apresentando um rendimento médio de apenas 1.800 quilos por hectare, muito abaixo do potencial esperado inicialmente de 3.000 quilos por hectare. “A média final não deve fugir muito do volume atual, ficando em 1.800 quilos por hectare ou até abaixo disso”, comenta.

Fonte: Agência SAFRAS

Texto originalmente publicado em:
Safras e Mercados
Autor: Arno Baasch - Agência SAFRAS

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.