Destaques da semana Mais Soja

0
937

A semana acabou pessoal, e nossa equipe reuniu o que foi destaque na semana que passou para você não perder nada.

Veja os cincos principais destaques da semana Mais Soja.


Novo fertilizante nitrogenado diminui o consumo de ureia

“Desenvolvemos essa tecnologia porque o fertilizante nitrogenado é caro, em grande parte, importado e, mais de 40% é perdido para a atmosfera ou para a água quando aplicado no campo” revela o chefe de pesquisa e desenvolvimento da Embrapa Solos, José Carlos Polidoro (Embrapa).

Confira a notícia completa clicando aqui.


Licença para porte de arma a produtores rurais é aprovada em comissão da Câmara

Para o autor do projeto, deputado Afonso Hamm, a aprovação de hoje é uma vitória para os trabalhadores rurais que, com o aumento da criminalidade no campo, se sentem inseguros e desprotegidos (FPA).

Confira a notícia na íntegra clicando aqui.


Eficiência de fungicidas para controle de mofo-branco (Sclerotinia sclerotiorum) em soja, na safra 2016/17: resultados sumarizados dos ensaios cooperativos

A eficiência do controle químico de mofo-branco em soja vem sendo avaliada desde 2009, por meio da rede de ensaios cooperativos conduzidos por pesquisadores de instituições de pesquisa e experimentação, nos Estados de Goiás, da Bahia, do Mato Grosso do Sul, do Mato Grosso, de Minas Gerais, do Paraná e do Rio Grande do Sul (Embrapa).

Confira os resultados completos aqui.


Comissão do Mapa diminui intervalo para aplicação de fungicidas

O intervalo de aplicação dos fungicidas utilizados no controle da ferrugem asiática da soja passou de 21 para 14 dias no Brasil. A orientação é da Comissão Técnica de Reavaliação de Fungicidas do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). O grupo, formado por fitopatologistas e pesquisadores do setor, reavaliou os produtos disponíveis no mercado e analisou suas bulas (Aprosoja/MT).

Confira a notícia na íntegra clicando aqui.


Distribuição longitudinal de sementes de soja (Glycine max L.) com diferentes métodos de tratamento fitossanitário

De acordo com Baudet e Peske (2006), o tratamento fitossanitário de sementes através da aplicação de fungicidas e inseticidas, pode garantir um índice adequado de emergência das plântulas, bem como seu desenvolvimento protegido contra a ação de insetos e fungos nos estádios iniciais do ciclo vegetativo.

Confira o trabalho na íntegra clicando aqui.


Gostou das nossas sugestões? Comente e sugira melhorias para o Mais Soja ficar cada vez melhor. Envie suas contribuições para contato@maissoja.com.br.

Obrigado e boa semana a todos!

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.