InícioDestaqueImea divulga a 1° estimativa do custo de produção do milho alta...

Imea divulga a 1° estimativa do custo de produção do milho alta tecnologia da safra 23-24: alta de 15,40% ante a safra 22-23

USDA 2023

O USDA divulgou a primeira projeção para a safra 23-24 de milho nos EUA e a expectativa de área colhida ficou em 33,62 mi de ha, aumento de 4,90% ante a safra passada. Essa elevação se deu devido à expectativa que o avanço da semeadura ocorra dentro da normalidade do país e pela maior demanda do cenário externo. No que tange à produtividade, é esperada uma média de 189,95 sc/ha, alta de 4,74% ante a safra 22-23, diante da expectativa de melhores condições climáticas da safra. Desse modo, é estimado uma produção de 383,17 mi de t para a safra 23-24, alta de 9,87% ante a safra 22-23. Por fim, a maior oferta deve auxiliar na recomposição dos estoques mundiais e aumentar em 14,29% as exportações do país em relação à safra passada, justificado pela quebra de safra na Argentina e no sul do Brasil e a crescente demanda pela China.

Confira os destaques do boletim:

MILHO MT: o preço do cereal em Mato Grosso fechou a última semana cotado na média de R$ 58,69/sc, com decréscimo de 1,53% ante a semana passada.

CBOT EM QUEDA: com a expectativa de uma maior produção de milho dos EUA para a safra 23-24, a cotação do cereal na CME exibiu retração de 1,95% na semana.

DÓLAR RECUA: maior entrada de moeda estrangeira no país, devido ao diferencial de juros entre o Brasil e os EUA, o dólar exibiu queda de 0,59% ante a semana passada.

O Imea divulgou a 1° estimativa do custo de produção do milho alta tecnologia da safra 23-24

O custeio da cultura ficou estimado em R$ 3.475,11/ha, alta de 14,11% ante a safra 22-23. Apesar da retração nos preços dos principais insumos, a primeira estimativa apontou um custeio maior devido a atualização dos painéis modais de custo de produção, no qual foi observado mudanças nas tecnologias utilizadas, bem como no manejo, estimuladas pela valorização do preço do milho nos últimos anos. Esse cenário incentivou o produtor modal de algumas regiões a investir no manejo dos insumos com o objetivo de aumentar a produtividade. Com a alta no custeio, o COE fechou em R$ 4.742,10/ha, valorização de 15,40% ante a safra passada. Dessa forma, o P.E da safra 23-24 apresentou um aumento de 15,40% ante a safra 22- 23, e para que o produtor consiga cobrir suas despesas, considerando o COE e uma produtividade de 104,29/sc, é necessário que comercialize a sua saca de milho a pelo menos R$ 45,47.

Fonte: IMEA



 

Equipe Mais Soja
Equipe Mais Soja
A equipe editorial do portal Mais Soja é formada por profissionais do Agronegócio que se dedicam diariamente a buscar as melhores informações e em gerar conteúdo técnico profissional de qualidade.
Artigos relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Populares