InícioDestaqueManutenção de máquinas agrícolas após enchentes: procedimentos e cuidados essenciais

Manutenção de máquinas agrícolas após enchentes: procedimentos e cuidados essenciais

Por Bruno Pianca, gerente de serviços AGCO

A manutenção inicial de máquinas agrícolas que foram submersas por enchentes é um processo fundamental para garantir a funcionalidade dos equipamentos. Após uma inundação, os equipamentos podem estar expostos a diversos riscos, como áreas afetadas por deslizamentos ou sob estruturas danificadas que podem cair. Portanto, a orientação é ter cautela para avaliar cuidadosamente o local onde a máquina está antes de iniciar qualquer procedimento.

Bruno Pianca, gerente de serviços AGCO. Foto: Diivulgação

Um erro comum é tentar ligar a máquina, causando danos no motor, que pode estar comprometido com água ou lama; ou na parte elétrica, como superaquecimento de chicotes ou curtos-circuitos. O primeiro passo ao supervisionar máquinas atingidas por inundações é interromper a corrente elétrica.

É importante desligar a bateria e a chave geral para evitar risco de curto-circuito ou acidente. Em seguida, é necessário realizar uma limpeza para remover lama e lodo acumulados na máquina, permitindo avaliar os danos e planejar a manutenção.

É imprescindível fazer uma verificação detalhada da parte elétrica e mecânica. Todos os chicotes, conectores e módulos eletrônicos devem ser limpos com álcool isopropílico e produtos destinados à limpeza de contatos elétricos para remover resíduos e oxidações. Já na parte mecânica, é necessário drenar todos os fluidos do motor e durante a substituição verificar se há presença de lama. 

Se identificada, é recomendável buscar auxílio do concessionário para uma avaliação e manutenção mais minuciosa. Não identificando a presença de lama, a substituição dos fluidos deve ser realizada, com também a lubrificação de todos os pontos graxeiros para eliminar possíveis contaminações ou presença de impureza nos componentes. Para garantir a segurança e evitar danos ao meio ambiente, os fluidos drenados devem ser coletados e descartados em recipientes adequados.

Após realizar todas as verificações e limpezas iniciais, é o momento de ligar a máquina. Se houver problemas, como resistência ou aquecimento, é recomendado acionar o concessionário. Na concessionária, será possível desmontar o equipamento e realizar uma inspeção criteriosa.

A Massey Ferguson, marca pertencente ao grupo AGCO, disponibilizou um guia com orientações sobre o passo a passo a ser seguido para realização da manutenção inicial em máquinas afetadas pelas enchentes. É importante ressaltar que as medidas não anulam uma análise especializada realizada pela concessionária, iniciativa fundamental para garantir um retorno seguro e eficiente à operação.

Sobre a Massey Ferguson:

A Massey Ferguson, marca pertencente ao grupo AGCO, acumulou 177 anos de experiência global na produção para a indústria agrícola. É a maior exportadora de máquinas agrícolas da América Latina e referência no mercado brasileiro há seis décadas. Os tratores, colheitadeiras, plantadeiras, implementos, pulverizadores, enfardadoras e produtos e serviços de agricultura de precisão Massey Ferguson são comercializados para mais de 80 países, principalmente África do Sul, Arábia Saudita, Argélia, Argentina, Bolívia, Chile e Paraguai.

As fábricas na América do Sul ficam localizadas no Brasil – em Canoas/RS (tratores), Santa Rosa/RS (colheitadeiras), Ibirubá/RS (plantadeiras e implementos), Mogi das Cruzes/SP (tratores, motores, pulverizadores e laboratório de controle de emissões) e também na Argentina, General Rodriguez/BUE (tratores, colheitadeiras e motores). Possui uma extensa e estabelecida rede de concessionárias no Brasil, com mais de 200 lojas. Mais: Massey Ferguson Brasil

Sobre a AGCO

A AGCO (NYSE: AGCO) é líder global no design, fabricação e distribuição de máquinas agrícolas e tecnologia agropecuária de precisão. A AGCO oferece valor aos agricultores e clientes OEM por meio de seu portfólio de marcas diferenciadas, incluindo marcas principais como Fendt®, GSI®, Massey Ferguson®, PTx e Valtra®.

A linha completa de equipamentos, soluções de agricultura inteligente e serviços da AGCO ajuda os agricultores a alimentar nosso mundo de forma sustentável. Fundada em 1990 e sediada em Duluth, Geórgia, EUA, a AGCO teve vendas líquidas de aproximadamente US$ 14,4 bilhões em 2023. Para mais informações, visite o site, clicando aqui.

Para notícias, informações e eventos da empresa, por favor nos siga em X: @AGCOCorp. Para notícias financeiras em X, por favor siga a hashtag #AGCOIR.

Fonte: Assessoria de imprensa AGCO



 

Equipe Mais Soja
Equipe Mais Soja
A equipe editorial do portal Mais Soja é formada por profissionais do Agronegócio que se dedicam diariamente a buscar as melhores informações e em gerar conteúdo técnico profissional de qualidade.
Artigos relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Populares