InícioDestaqueMercado: Soja fechou em baixa com retração da demanda chinesa

Mercado: Soja fechou em baixa com retração da demanda chinesa

Por T&F Agroeconômica

FECHAMENTOS DO DIA 17/01: O contrato de soja para março24, a próxima data negociada nos EUA, fechou em baixa de -1,75 %, ou $ -21,50 cents/bushel a $ 1205,75. A cotação de maio24, referência para a safra brasileira, fechou em baixa de -1,64 % ou $ -20,25 cents/bushel a $ 1218,25. O contrato de farelo de soja para março fechou em baixa de -3,34 % ou $ -12,4 ton curta a $ 358,7 e o contrato de óleo de soja para março fechou em alta de 0,95 % ou $ 0,45/libra-peso a $ 47,70.

CAUSAS DA BAIXA: A soja negociada em Chicago fechou em baixa nesta quarta-feira. O desempenho refletiu a fraca demanda da China pelo grão norte-americano e a perspectiva de que as compras do país asiático se desacelerem ainda mais após dados econômicos que vieram abaixo do esperado. O Produto Interno Bruto (PIB) da China cresceu 5,2% no quarto trimestre de 2023 em relação a igual período do ano anterior, enquanto analistas esperavam um número levemente maior, de 5,3%.

No ano passado, o PIB também cresceu 5,2%, superando a meta de cerca de 5%, mas isso foi impulsionado por uma fraca base de comparação em 2022, quando a expansão foi de apenas 3%, segundo o Commerzbank.

Autoridades chinesas projetam que as importações de soja no primeiro trimestre de 2024 totalizarão 18,5 milhões de toneladas, segundo a Consus Ag Consulting. O volume é bem inferior aos 23,1 milhões de toneladas do primeiro trimestre do ano passado. Essa queda é atribuída em parte à contração do rebanho suíno do país, afirmou a consultoria em nota.

A baixa procura de carne de porco por parte dos consumidores na China, no meio da turbulência econômica em curso devido a uma crise no setor imobiliário do país, fez baixar os preços do porco na China. Um grande rebanho de suínos que lutava contra uma variante ressurgente da peste suína africana foi rapidamente abatido em ritmo recorde, à medida que os agricultores procuravam reduzir as suas perdas face aos elevados preços dos alimentos para animais.

Como resultado, os comerciantes e analistas esperam que as importações de soja da China no primeiro trimestre caiam quase 20% em relação aos volumes do ano anterior, à medida que o rebanho suíno do país continua reduzir.

“Há uma grande incompatibilidade entre a ração disponível e os porcos disponíveis para comê-la”, disse à Reuters Darin Friedrichs, da Sitonia Consulting, em Xangai.

NOTÍCIAS IMPORTANTES

EUA-EXPORTAÇÕES SEMANAIS MAIORES, MAS TOTAIS A MENOS: As inspeções semanais de exportação de soja foram relatadas em 1,264 MMT, acima da semana passada, mas bem abaixo dos 2,192 MMT do ano anterior para a mesma semana. Os embarques acumulados no ano totalizam 25,58 MT, ficando 21,1% atrás do ano anterior.

EUROPA IMPORTAÇÕES DE SOJA AUMENTARAM: A Comissão Europeia informou que as importações de soja atingiram 6,3 milhões de toneladas métricas até 14/01. Isso é 100 mil MT a mais do que o ano passado. As importações de colza chegaram a 3,03 milhões de toneladas, ficando atrás de 4,24 milhões de toneladas no ano passado.

EUA-ESMAGAMENTO RECORDE HISTÓRICO: Os membros da NOPA relataram que 5,31 MT de soja foram processados em dezembro. Esse foi um novo recorde histórico entre os membros da NOPA e aumentou 10% em relação ao ano passado. Ter mais duas plantas de esmagamento em operação ajuda. As estimativas eram de 5,20 MT. Os estoques de óleo de soja cresceram para 1,36 bilhão de libras.

BRASIL-COLHEITA DE SOJA ATINGE 2,3%; NOVAS ESTIMATIVAS DE PRODUÇÃO: A AgRural informou que a colheita de soja do Brasil estava 2,3% concluída em 11/01. Isso em comparação com 0,6% no mesmo período do ano passado. Esse grupo reduziu a safra brasileira esperada para 150 milhões de toneladas. A CONAB está em 155,3 MMT. Safras e Mercado reportaram colheita de soja em 2,1% concluída, com Pátria Agronegócios reportando 2,4% concluída.

PARAGUAI PRODUZIRÁ 9,5 MT de soja: A Câmara Paraguaia de Exportadores de Cereais-Capeco prevê a primeira colheita de soja do Paraguai em 9,5 MMT – citando os padrões de chuva do El Niño.

Fonte: T&F Agroeconômica



 

Equipe Mais Soja
Equipe Mais Soja
A equipe editorial do portal Mais Soja é formada por profissionais do Agronegócio que se dedicam diariamente a buscar as melhores informações e em gerar conteúdo técnico profissional de qualidade.
Artigos relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Populares