Os preços da soja tendem a subir neste início de semana no mercado brasileiro, seguindo a forte valorização do dólar e os ganhos nos contratos futuros em Chicago. Apesar da postura cautelosa dos produtores, a tendência é de um dia mais movimentado, caso esse quadro se consolide.

O mercado teve uma sexta de poucos negócios e de preços regionalizados. Chicago voltou a subir, mas o dólar volátil e a ausência de ofertas atrapalharam a comercialização.

Em Passo Fundo (RS), a saca de 60 quilos subiu de R$ 164,50 para R$ 165,00. Na região das Missões, a cotação avançou de R$ 163,50 para R$ 164,00. No porto de Rio Grande, o preço seguiu em R$ 170,50.

Em Cascavel, no Paraná, o preço baixou de R$ 164,50 Para R$ 163,00 a saca. No porto de Paranaguá (PR), a saca recuou de R$ 170,00 para R$ 169,00.

Em Rondonópolis (MT), a saca subiu de R$ 161,00 para R$ 164,00. Em Dourados (MS), a cotação aumentou de R$ 155,00 para R$ 157,00. Em Rio Verde (GO), a saca avançou de R$ 161,00 para R$ 162,00.

Intenção de plantio 

Os produtores brasileiros de soja deverão cultivar 39,82 milhões de hectares em 2021/22, a maior área da história, crescendo 2,3% sobre o total semeado no ano passado, de 38,93 milhões. A projeção faz parte do levantamento de intenção de plantio de SAFRAS & Mercado.

Com uma possível elevação de produtividade, de 3.542 quilos para 3.590 quilos por hectare, a produção nacional deve ficar acima da obtida nesta temporada. A previsão inicial é de uma safra de 142,24 milhões de toneladas, 3,7% maior que o recorde de 137,19 milhões obtido neste ano.

Chicago 

Os contratos com vencimento em novembro registram valorização de 0,52% neste momento, cotado a US$ 13,99 por bushel.

A oleaginosa busca suporte no clima adverso em partes do cinturão produtor dos Estados Unidos.

Os agentes temem que as condições das lavouras piorem, resultando em produtividade e safra menores do que o esperado.

Hoje, no final da tarde, sai o relatório das condições das lavouras daquele país.

Prêmios 

O prêmio em Paranaguá para julho ficou em +75 e +82 sobre Chicago. Para agosto, o prêmio é de +125 a +135. Para março do ano que vem entre +5 e +10 pontos.

Câmbio 

O dólar comercial registra alta de 1,56% a R$ 5,197. O Dollar Index registra ganho de 0,35% a 93,01 pontos.

Indicadores financeiros 

  • As principais bolsas da Ásia encerraram em baixa. Xangai, -0,01%. Tóquio, -1,25%.
  • As principais bolsas na Europa registram índices mais baixos. Paris, -2,29%. Londres, -2,48%.
  • O petróleo opera em baixa. Agosto do WTI em NY: US$ 69,27 o barril (-3,52%).

Fonte: Agência SAFRAS

Texto originalmente publicado em:
Safras e Mercados
Autor: Dylan Della Pasqua - Agência SAFRAS

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.