InícioDestaquePrograma reforça a importância do solo

Programa reforça a importância do solo

Em tempos de estiagem o olhar para o solo de forma sustentável tem outro valor. Conforme dados de pesquisa da Rede Técnica Cooperativa, apurados em 2019, uma área com manejos específicos no solo pode apresentar um incremento de produtividade na soja de até 14 sacas/hectare. Esse dado foi apresentado durante a 6ª edição do Fórum Estadual Conservação do Solo e da Água, que trabalhou o tema “Programa de melhoria da qualidade do solo do RS – O Programa 365”.

“É pelo solo que vamos aumentar a nossa renda e consequentemente a produtividade”, destacou o chefe-geral da Embrapa-Trigo, Jorge Lemainski.

Lançado em julho de 2021, o Programa 365 visa estimular a melhoria da qualidade química, física e biológica do solo, visando elevar a estabilidade produtiva das lavouras, maximizando a rentabilidade das propriedades rurais no Rio Grande do Sul.

Para o gerente de Produção Vegetal da Cotrijal, Alexandre Doneda, trazer o tema para Expodireto é uma forma evidenciar as necessidades que o produtor possui de cuidar cada vez mais do solo da sua propriedade e consequentemente manter ações e manejos que elevem esses índices de “saúde do solo”.

“Está nítido no campo que as lavouras que possuem um manejo diferenciado no quesito solo, apesar da estiagem, já apresentam desenvolvimento diferente e com a perspectiva de resultados mais satisfatórios”, alerta Doneda.

Outro alerta ficou por conta da rotação de culturas, com a presença do milho no sistema de produção. Conforme o pesquisador Jackson Fiorin, da CCGL, assim como as coberturas de inverno são importantes para a formação de palhada, o milho precisa voltar para o sistema. “Para a melhoria na qualidade do solo, as raízes de gramíneas de verão (milho) são obrigatórias. Elas auxiliam com profundidade, nutrientes e proteção”, explicou.

Entenda o Programa 365

Com o pensamento de estender em nível de Estado os avanços até então obtidos de forma mais regionalizada e fazer um acompanhamento anual das condições do solo, apontar manejos e dar o suporte ao produtor, a Cotrijal, a Embrapa Trigo, a Universidade de Passo Fundo e a Rede Técnica Cooperativa (RTC) – através de seus pesquisadores e cooperativas ligadas à CCGL – trabalham nas ações do Programa 365.

Um dos focos do programa é o estímulo à agricultura sustentável, para manter o sistema de plantio direto e viabilizar o ingresso no mercado de créditos de carbono.

Cada produtor participante do programa receberá uma classificação, referente à qualidade do solo de sua propriedade. “O cartão ‘black’ é para aquele que apresentar a melhor condição do solo, seja em fertilidade, infiltração, compactação e manejo.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Expodireto Cotrijal

Equipe Mais Soja
Equipe Mais Soja
A equipe editorial do portal Mais Soja é formada por profissionais do Agronegócio que se dedicam diariamente a buscar as melhores informações e em gerar conteúdo técnico profissional de qualidade.
Artigos relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Populares