InícioDestaqueRS tem primeiro caso relatado de ferrugem-asiática em soja voluntária

RS tem primeiro caso relatado de ferrugem-asiática em soja voluntária

Uma das mais preocupantes e devastadoras doenças que acometem a cultura da soja é a ferrugem-asiática, causada pelo fungo Phakopsora pachyrhizi. A doença pode ocorrer em qualquer estádio do desenvolvimento da soja (Henning et al., 2014). Os danos em decorrência da incidência da ferrugem-asiática na soja podem variar em função da suscetibilidade da cultivar e severidade da doença, podendo chegar a 90% (Godoy et al., 2021).

Tendo em vista o elevado potencial da ferrugem-asiática em causar danos em soja, é fundamental atentar para o adequando manejo e controle eficiente dessa doença. De maneira geral, o controle químico da ferrugem-asiática com o emprego de fungicidas deve ser realizado de forma preventiva a ocorrência da doença (FRAC BR).

Sobretudo, além do manejo utilizando fungicidas, algumas estratégias de manejo são fundamentais para reduzir a incidência da ferrugem-asiática na soja. Uma dessas medidas é o controle de plantas voluntárias/espontâneas (tiguera) de soja no período entressafra da cultura. O objetivo é reduzir o inóculo da doença na safra seguinte.

O elevado potencial da ferrugem-asiática em causar danos á soja e sua possível ocorrência em qualquer estádio do desenvolvimento da planta torna necessário o monitoramento frequente das áreas de cultivo. Conforme dados do Consórcio Antiferrugem, visando a safra 2022/23, o primeiro caso de ocorrência da ferrugem-asiática em soja voluntária foi observado em Pantano Grande – RS, na soja em estádio R5 no dia 12 de outubro de 2022.

O fato acende um alerta frente a necessidade de controlar plantas voluntárias de soja a fim de reduzir a pressão de inóculo da ferrugem na safra de verão 2022/23 que está em início de implantação.



Figura 1. Registro de casos de ocorrência de ferrugem-asiática 2022/23.

Fonte: Consórcio Antiferrugem (2022)

Para acompanhar os casos relatados de ferrugem-asiática durante a safra 2022/23 clique aqui!

Referências:

COMITÊ DE AÇÃO A RESISTÊNICA A FUNGICIDAS. NOVAS RECOMENDAÇÕES PARA O MANEJO DA FERRUGEM ASIÁTICA DA SOJA. FRAC BR, 2022. Disponível em: < https://www.frac-br.org/soja >, acesso em: 31/10/2022.

GODOY, C. V. et al. EFICIÊNCIA DE FUNGICIDAS PARA O CONTROLE DA FERRUGEM-ASIÁTICA DA SOJA, Phakopsora pachyrhizi, NA SAFRA 2020/2021: RESULTADOS SUMARIZADOS DOS ENSAIOS COOPERATIVOS. Embrapa, Circular Técnica, n. 174, 2021. Disponível em: < https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/225501/1/Circ-Tec-174.pdf >, acesso em: 31/10/2022.

HENNING, A. A. et al. MANUAL DE IDENTIFICAÇÃO DE DOENÇAS DE SOJA. Embrapa, Documentos, n. 256, 2014. Disponível em: < https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/105942/1/Doc256-OL.pdf ?>, acesso em: 31/10/2022.

Acompanhe nosso site, siga nossas mídias sociais (SiteFacebookInstagramLinkedinCanal no YouTube)

Equipe Mais Soja
Equipe Mais Soja
A equipe editorial do portal Mais Soja é formada por profissionais do Agronegócio que se dedicam diariamente a buscar as melhores informações e em gerar conteúdo técnico profissional de qualidade.
Artigos relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Populares