Em vídeo divulgado no canal no Youtube pelo pesquisador Marcelo Gripa Madalosso, é destacada a importância de se fazer a eliminação das plantas de soja guaxa no período da entressafra em virtude dos malefícios que essas plantas podem trazer como hospedeiras de doenças, como ferrugem e oídio, por exemplo.


Plantas tigueras: quando o milho, a soja e o algodão viram pragas


Porque é importante controlar essas plantas?

O pesquisador cita que é importante controlar essas plantas voluntárias de soja devido ao fato de que o fungo que causa a ferrugem e já está na lavoura, após a colheita, por se tratar de um patógeno biotrófico, naturalmente acabaria morrendo, por não possuir naquele ambiente um hospedeiro principal.

No entanto, quando a soja guaxa é mantida, seja na lavoura, ou em rodovias e estradas onde foram deixados para trás grãos no momento do transporte, o hospedeiro principal do fungo ainda está presente, possibilitando que ele sobreviva e faça novos ciclos até que ocorra a nova semeadura, tornando-se inoculo local, não sendo mais necessário que patógeno venha de fora para dentro da lavoura no ciclo seguinte.

Essa ponte verde no período da entressafra pode servir de hospedeiro tanto para a ferrugem como também para oídio, tornando essas plantas um perigoso fator de aumento da severidade da doença na safra seguinte, onde o fungo pode atacar antecipadamente as culturas no campo,por já estar presente na área.

Também é destacado no vídeo que do estado do Paraná para baixo, a presença de geadas é um fator importante no controle e eliminação dessa soja guaxa, no entanto, podem ocorrer casos de invernos menos rigorosos que acabam por não controlar essas plantas, sendo necessário que o produtor realize o controle. Já do estado do Paraná para cima, como não ocorre o processo da geada, passa a ser mais problemático o controle das plantas guaxas, seja na beira das estradas ou dentro da lavoura, tornando a intervenção e controle, estratégias fundamentais para um bom manejo e garantia do sucesso na safra seguinte.

Confira o vídeo abaixo:


Inscreva-se no canal do pesquisador Marcelo Gripa Madalosso Aqui



Elaboração: Andréia Procedi – Equipe Mais Soja.

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.