InícioDestaqueSoja: quais os componentes de produtividade mais afetados pela compactação do solo?

Soja: quais os componentes de produtividade mais afetados pela compactação do solo?

É conhecido que a compactação do solo afeta o crescimento e desenvolvimento vegetal, em especial do sistema radicular das plantas, podendo limitar a produtividade de culturas agrícolas. Na cultura da soja por exemplo, é possível observar trabalhos quantificando as perdas de produção em função da compactação do solo, principalmente no sistema plantio direto, o qual tem como uma de suas premissas a cobertura permanente do solo e o não revolvimento dele.

Em decorrência de suas características de produção, é comum observar lavouras em sistema de plantio direto com condições de solos compactados, principalmente nos sistemas de produção onde a sucessão e não a rotação de culturas prevalece. Embora seja conhecido que a compactação do solo pode limitar ou até mesmo reduzir a produtividade da soja, você sabe quais os componentes de produtividade mais afetados pela compactação do solo?

Avaliando componentes de produção da soja sob níveis de compactação do solo, Savioli et al. (2021) observaram que de maneira geral, pode-se dizer que densidades do solo a partir de 1,2 g cm-3 já    podem    ser    consideradas limitantes para a cultura da soja, pois tais condições resultaram em reduções gerais nas culturas, desde a redução da sua estatura até a baixa produtividade (Savioli et al., 2021).



Os autores submeteram a soja ao cultivo em solos com diferentes densidades, onde as densidades avaliadas foram de 1,1; 1,2; 1,3; 1,4 e   1,5 g   cm-3. Com base nos resultados observados pelos autores, a partir de 1,3 g   cm-3 (Mg m-3) já é possível observar significativa redução de componentes de produtividade da soja como número de legumes (vagens) por plantas, número de grãos por planta, massa de grãos úmidos e massa de grãos secos (tabela1).

Tabela 1. Componentes de produtividade de plantas de soja em função da densidade do solo.

Fonte: Savioli et al. (2021)

Os autores ainda observaram relação linear da densidade do solo com o comprimento de raízes e produtividade da soja, sendo que, com o aumento da densidade do solo, é possível observar a redução dessas variáveis. Dessa forma, fica evidente e interferência da compactação do solo em componentes de produtividade e na produtividade propriamente dita da soja, sendo a compactação do solo, um dos principais fatores limitantes da obtenção de altas produtividades.

Confira o trabalho de Savioli e colaboradores (2021) clicando aqui!

Referências:

SAVIOLI, M. R. et al. Componentes de produção da soja sob níveis de compactação do solo. Acta Iguazu, Cascavel, v.10, n.2, p. 1-12, 2021. Disponível em: < https://e-revista.unioeste.br/index.php/actaiguazu/article/view/26312 >, acesso em: 24/01/2021.

Acompanhe nosso site, siga nossas mídias sociais (SiteFacebookInstagramLinkedinCanal no YouTube)

Equipe Mais Soja
Equipe Mais Soja
A equipe editorial do portal Mais Soja é formada por profissionais do Agronegócio que se dedicam diariamente a buscar as melhores informações e em gerar conteúdo técnico profissional de qualidade.
Artigos relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Populares