Quatro gigantes do agronegócio, uniram-se para a criação da primeira joint venture mundial para cobrança de royalties sobre a soja transgênica. Basf, Bayer, Corteva e Syngenta obtiveram aprovação do CADE em junho de 2021 e assim nasceu a Cultive Biotec.

O Relator Alessandro Octaviani Luis, deu aval ao projeto, afirmando que “a existência de um sistema de cobrança de royalties efetivo é condição fundamental para a atuação de empresas desenvolvedoras de tecnologia no Brasil e, inclusive, para o desenvolvimento de um mercado de biotecnologia nacional”. Assim entendeu que a criação da nova JV não constitui em nenhuma ameaça à livre concorrência, mesmo sendo as empresas que a compõem concorrentes entre si.

Segundo a empresa, como benefícios aos produtores teremos:

  • Entrada de novas tecnologias no mercado garantem mais opções de escolha ao agricultor;
  • Simplificação de procedimentos burocráticos para o uso de diferentes tecnologias;
  • Sistema coletivo operando nos pontos de entrega do grão;
  • Não terá que armazenar grãos com tecnologias distintas em silos separados;
  • Não terá que entregar a mercadoria de forma segregada e em pontos distintos.

Hoje no mercado brasileiro, 97% da soja plantada é geneticamente modificada e imediatamente após o anúncio, em nota a imprensa, “A APROSOJA BRASIL reagiu com indignação a aprovação do CADE, sem restrições. Segundo a associação “a criação da joint venture, pode fazer com que os preços cobrados dos agricultores em royalties sejam abusivos”.

Confira a nota da APROSOJA BRASIL clicando aqui.

Segundo a Cultive Biotec em seu site, o objetivo da empresa é: “Desenvolver uma solução coletiva de indústria e, com isso, criar um ambiente estruturado para o reconhecimento de propriedade intelectual, o que permitirá a entrada de novas biotecnologias de soja no mercado brasileiro.”, os principais ganhos seriam: Fomentar o investimento em novas tecnologias, simplificar o modelo junto ao produtor, garantir a confiabilidade e transparência dos processos de entrega e comercialização.

Conheça mais sobre a Cultive Biotec  clicando aqui.

Redação: Equipe Mais Soja, com informações Aprosoja e Cultive Biotech

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.