No RS, cerca de 95% da área está colhida e aguarda-se melhores condições climáticas e a drenagem do solo para avançar a colheita. Registra-se perdas de produtividade e de qualidade dos grãos nas lavouras remanescentes.

No MA, o clima mais seco favoreceu a colheita e as operações se restringem às áreas em sequeiro. Em GO, a ausência de chuvas tem beneficiado a maturação e a secagem dos grãos. No TO, a redução das chuvas colaborou com a evolução da maturação e a secagem dos grãos. Em MT, a colheita foi finalizada.

Fonte: CONAB



 

FONTE

Autor:Monitoramento Semanal das Condições das Lavouras

Site: CONAB

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.